Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

KPMG rejeita aprovar contas semestrais do BES

Autor: Redação

O auditor KPMG recusou-se a dar parecer às contas semestrais do Banco Espírito Santo, sobretudo porque administração não se responsabilizou pela informação financeira.

A KPMG explica, no relatório e contas semestral publicado na CMVM e citado pelo Jornal de Negócios, que se escusou a dar parecer devido à decisão de adoção de uma medida de resolução para o BES, cujos ativos e passivos foram divididos no Novo Banco e no banco mau, o que torna incerto o futuro do BES, até porque, diz a KPMG na presente data não são conhecidos os critérios e bases de avaliação dos ativos [transferidos para o Novo Banco] para efeitos da sua transferência para o Novo Banco.

O auditor diz ainda que não obteve do BES a carta de representações que responsabiliza a administração pela informação financeira prestada, pelo que "a ausência de confirmação pelo conselho de administração do BES de informações relevantes com respeito às demonstrações financeiras referentes a 30 de junho de 2014, constitui uma significativa limitação de âmbito ao nosso trabalho", diz a KPMG.