Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

O que fazer com o reembolso do IRS? 6 ideias de investimento

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Por esta altura já muitos contribuintes receberam o reembolso do IRS. E este é o momento certo para pensar no que fazer a esse dinheiro, ainda que maioria das pessoas já saiba para onde vai canalizar o montante - nomeadamente para despesas que é preciso liquidar. Ainda assim, há outras ideias para bem investir o reembolso. Deixamos-te seis alternativas.

Pôr as contas em ordem. Esta é a primeira coisa a fazer, caso existam várias faturas à espera de serem liquidadas. Só depois deverás começar a pensar em investimentos. O portal de literacia financeira da Associação Mutualista Montepio, o EI, publicou uma lista de seis dicas para decidires o destino que vais dar ao imposto devolvido pelo Estado. Mostramos-te quais são.

1. Saldar dívidas

Antes de mais é necessário liquidar todas as faturas pendentes e dar prioridade às despesas contempladas no orçamento familiar.

2. Fundo de emergência para imprevistos

Se não tens nenhum fundo de emergência, pode ser um bom momento para criá-lo. É importante estar preparado para o futuro, reservando algumas poupanças para algum imprevisto que possa surgir, como uma baixa médica ou uma situação de desemprego.

3. Começar ou “rechear” uma poupança

Construir um bom “pé de meia”, ou fortalecê-lo, é outra boa opção. Seja para assegurar o futuro dos filhos ou até poupar para a reforma.

4. Um orçamento para férias

Se não tens dívidas e já tens uma boa “almofada” financeira podes aproveitar o reembolso do IRS para as férias.

5. Investir na casa

Podes sempre aproveitar o dinheiro para fazer obras em casa ou remodelar/substituir alguma coisa que esteja mesmo a precisar de uma “reforma”.

6. Investir na formação

Também pode ser uma boa solução investir numa pós-graduação, num mestrado ou doutoramento, ou até num curso de línguas. Canalizar o dinheiro para fortalecer os conhecimentos é sempre uma boa ideia.