Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Prazo de entrega do IRS 2020 está a terminar

Termina na próxima terça-feira, 30 de junho de 2020, o período para apresentar a declaração de rendimentos. Os reembolsos já estão a ser pagos pelas Finanças.

Photo by Marcel Strauß on Unsplash
Photo by Marcel Strauß on Unsplash
Autor: Redação

A campanha do IRS 2020 arrancou a 1 de abril e está prestes a terminar. O prazo de entrega da declaração anual de rendimentos às Finanças termina na próxima terça-feira, 30 de junho de 2020, e sabe-se que até ao momento cerca de cinco milhões de contribuintes já cumpriram esta obrigação declarativa. O Fisco também já pagou 1.869 milhões de euros em reembolsos do IRS.

Os dados atualizados do Ministério das Finanças, publicados esta terça-feira, 23 de junho de 2020, indicam ainda que, até ao momento, foram entregues mais de cinco milhões de declarações de IRS, com as automáticas a representarem cerca de um terço deste total. Das quase 3,9 milhões de declarações de IRS já liquidadas, resultaram ainda cerca de 1,2 milhões em que não há lugar nem a pagamento por parte dos contribuintes, nem a reembolso por parte do Estado.

Os reembolsos relativos aos rendimentos auferidos em 2019 começaram a ser processados no dia 21 de abril, mais tarde do que nos últimos anos, por causa da pandemia da Covid-19, e até agora a Autoridade Tributária (AT) já processou 1.824.641 reembolsos de IRS no valor de 1.869 milhões de euros - podes ver aqui como consultar o estado do teu reembolso passo a passo. 

Os mesmos dados revelam que foram ainda emitidas 539.664 notas de cobrança no valor global de 1037 milhões de euros - em média, cada um destes contribuintes terá de pagar ao Estado 1.922 euros, estando a data limite para o fazer fixada em 31 de agosto.