Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Salários em 2021 “engordam” com novas tabelas de IRS – taxas já podem ser aplicadas em janeiro

Impacto das novas tabelas de retenção na fonte de IRS já pode ser sentido nos salários de janeiro de 2021.

mohamed Hassan por Pixabay
mohamed Hassan por Pixabay
Autor: Redação

Os salários dos portugueses em 2021 vão “engordar” com as novas tabelas de retenção na fonte de IRS, que foram conhecidas e publicadas em Diário da República no início de dezembro de 2020 (Despacho n.º 11886-A/2020). Em causa está uma descida média de 2%. Descida essa que começa a ser sentida já este mês de janeiro. As novas tabelas de retenção do IRS podem ser consultadas neste link

Segundo o Governo, “a aproximação entre o imposto retido e imposto a pagar visa aumentar a liquidez das famílias, sobretudo as de classe média e aquelas cujo rendimento foi afetado em consequência da crise pandémica”. Tal como apontado no Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), esta medida [revisão das tabelas de retenção na fonte de IRS] “terá um grande impacto no rendimento disponível das famílias, de cerca de 200 milhões de euros”.

Feitas as contas, os portugueses vão “ganhar” entre 69 cêntimos e 15,50 euros por mês com a entrada em vigor novas taxas de IRS.

Apresentamos, em baixo, um conjunto de simulações disponibilizadas pelo Governo que permitem perceber qual será o valor da poupança dos contribuintes consoante o seu agregado familiar e rendimentos.