Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Fatura da luz alta com equipamentos eficientes? Os comportamentos têm (também) de ser eficientes

Sabes o que é ou já ouviste falar no efeito ricochete ou ‘rebound’ da energia. Explicamos tudo neste artigo.

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Fazer com que a fatura da eletricidade baixe é um desafio para muitos portugueses, já que esta é uma elevada despesa a ter em conta no final do mês. Muitas pessoas optam por comprar eletrodomésticos mais eficientes, numa tentativa de baixar o consumo de energia, mas nem sempre surte efeito. Porquê? Devido ao efeito ricochete ou ‘rebound’. Explicamos-te tudo sobre este assunto neste artigo, preparado pela Deco – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor para o idealista/news.

Na nossa casa, porque a fatura da eletricidade é sempre muito elevada, temos tentado diminuir o consumo de energia, comprando, por exemplo, eletrodomésticos mais eficientes. No entanto, não estamos a conseguir. O consumo de energia tem-se mantido ou até mesmo aumentado. Afinal, o que podemos fazer?

A Deco com o projeto ACT4ECO pode ajudar-vos e começamos por informar que não basta ter equipamentos eficientes. É também necessário adotar comportamentos eficientes, mesmo depois de implementar medidas de eficiência energética, o que, no vosso caso, já cumpriram, com a compra desses eletrodomésticos, para que o consumo diminua. Estamos a falar do efeito ricochete ou ‘rebound’ da energia.

Vamos explicar esta ideia com alguns exemplos concretos:

  • Ao instalares uma lâmpada LED, que é mais eficiente, acabas por deixar as luzes acesas com mais frequência do que antes. Este novo comportamento levará a um aumento do consumo de energia e a uma redução das poupanças esperadas com a aquisição da lâmpada. A ideia de eficiência da lâmpada leva-te inconscientemente a gastar mais, além do investimento feito;
  • Compras uma máquina de lavar roupa energeticamente eficiente. Sabendo que este é um eletrodoméstico eficiente, decides colocá-la a trabalhar de dois em dois dias com pouca roupa, só para ter a certeza que as tuas camisas favoritas estão sempre limpas e disponíveis. Desta forma, acabarás por gastar mais energia. Lá se vai a poupança!;
  • Se melhorares o isolamento da tua casa, podes cair na tentação de aproveitar esta medida de eficiência energética para aquecê-la ainda mais, porque pagas menos. Ou podes também acabar por gastar a poupança feita na compra de outros produtos e serviços que também vão exigir um maior consumo de energia, por exemplo, um sistema de som ou uma máquina de café. Mais uma vez, o consumo global de energia irá aumentar, apesar dos esforços e do investimento.

Portanto, fica atento e pensa duas vezes para não deixares escapar as poupanças que obtiveste com a melhoria da eficiência energética da tua casa, com a compra de mais equipamentos que gastam energia ou com a utilização intensiva e desnecessária dos novos equipamentos, só porque são eficientes. Equipamentos eficientes necessitam de comportamentos eficientes. E às vezes bastam gestos simples para termos mais poupanças!

Deco
Deco

ACT4ECO é uma plataforma aprendizagem online sobre eficiência energética onde encontras informação que te ajudam a fazer as mudanças certas lá em casa. Junta-te a nós em https://act4eco.eu.