Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Obras de reabilitação do Cinema Batalha vão custar 3,95 milhões

Wikimedia commons
Wikimedia commons
Autor: Redação

O concurso para a reabilitação do Cinema Batalha, no Porto, foi lançado em abril com o valor base de 4,6 milhões de euros e um prazo de execução de 600 dias (cerca de um ano e oito meses). Sabe-se agora que a empreitada foi entregue à construtora Teixeira, Pinto & Soares, S.A., e ficará por 3,95 milhões. A obra deverá estar pronta em 2021.

O Executivo de Rui Moreira ainda terá de levar a proposta de adjudicação da obra à reunião de câmara desta segunda-feira, 9 de setembro de 2019. Ainda assim, o seguimento da empreitada ficará dependente da luz verde da Assembleia Municipal e do visto do Tribunal de Contas.

O contrato com a construtora está “sujeito a fiscalização prévia por parte do Tribunal de Contas” e este quer ter “clara e inequívoca evidência de que tais encargos plurianuais estão devidamente aprovados”, segundo a proposta citada pelo Público. Ao que tudo indica a obra deverá arrancar este ano, com 500 mil euros, prosseguindo em 2020 e 2021, com 1,73 milhões de euros gastos em cada ano.

"A intervenção no edifício, em que a vertente da arquitetura assume grande preponderância, contempla a reformulação e remodelação do Cinema Batalha, com trabalhos profundos ao nível da estrutura, da reabilitação das superfícies (pavimentos, paredes e tetos), das coberturas e elementos funcionais e da construção e instalação de novos equipamentos, acessos e redes”, lia-se no site Porto.pt, por altura do lançamento do concurso.