Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Ikea, depois de vender, passa a alugar mobiliário - em Portugal também

Ikea
Ikea
Autor: Redação

Agora mesmo o modelo está a ser testado Holanda, Polónia, Suécia e Suíça, mas o objetivo do Ikea é alargar o aluguer de mobiliário, através de leasing, aos 30 mercados onde está presente. Em Portugal, o gigante sueco quer arrancar com a iniciativa em 2020. O objetivo, diz a companhia, é dar uma utilização sustentável aos móveis e demais artigos de decoração que até agora apenas vendia.

Na prática, o Ikea passa a ter um serviço de leasing através de um modelo de assinatura, que permite à empresa "manter a propriedade do produto para garantir a reutilização tantas vezes quanto possível antes da reciclagem de materiais e componentes no final da vida útil", explica em comunicado.

“O nosso sucesso no futuro estará na nossa capacidade de reformular e melhorar o modelo de negócio da Ikea. Testar a oferta de leasing é uma das maneiras pelas quais nos desafiamos a cumprir a nossa estratégia de transformação e de nos tornarmos um negócio mais acessível, conveniente e sustentável", justifica Jesper Brodin, CEO do Grupo Ingka, citado em nota de imprensa.

Potenciar a economia circular e ajudar o ambiente

A cadeia sueca - que visa ser, até 2030, uma empresa neutra para ambiente e baseada numa economia totalmente circular - tem vindo a trabalhar neste desígnio, tendo desenvolvido, também em Portugal, programas para a troca de móveis antigos por vouchers presente.

"As alterações climáticas e o consumo insustentável estão entre os maiores desafios que enfrentamos na sociedade – o desenvolvimento de negócios como este mostra como estamos focados em concretizar a nossa visão de criar uma vida melhor para a maioria das pessoas”, acrescenta Jesper Brodin.

O Ikea está em Portugal desde 2014, onde tem cinco lojas, em Alfragide, Loures, Loulé, Matosinhos e Braga, e também uma loja online. As vendas no país, no ano fiscal terminado em agosto de 2018, cresceram 14% para 457 milhões de euros. Já a nível global as vendas atingiram os 34,1 mil milhões de euros.