Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Zona prime de Lisboa com mais escritórios ocupados

Wikimedia commons
Wikimedia commons
Autor: Redação

Lisboa registou uma maior taxa de ocupação de escritórios no terceiro trimestre de 2017. Neste período foram ocupados 35.390 metros quadrados (m2), um acréscimo de 3% face ao trimestre anterior, num total de 70 transações.

Os dados constam do estudo MarketView Escritórios Lisboa, realizado pela consultora imobiliária CBRE, e concluem que a zona central (Avenida da Liberdade, Marquês de Pombal, Avenida Fontes Pereira de Melo e Saldanha) regista um aumento de 45% da absorção de escritórios no trimestre em análise. De referir ainda que nesta área a renda prime subiu 2,5%.

Já na zona do Parque das Nações foram realizados mais sete negócios, o que representa um aumento face ao primeiro semestre, onde apenas tinham sido registadas quatro operações.

Até final do ano a CBRE prevê que entrem no mercado cinco novos edifícios de escritórios, com uma área disponível de cerca de 29.000 m2. De referir, no entanto, que até ao momento foram formalizados vários contratos de pré-arrendamento, o que deixa apenas disponíveis para arrendamento 9.000 m2 até dezembro.

A consultora realça ainda, em comunicado, que a escassez na disponibilidade de produto – que continua a ser uma realidade – deverá motivar novas subidas no valor das rendas em algumas zonas da cidade.