Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Merlin Properties compra (mais) dois edifícios de escritórios na capital por 112,2 milhões

Os imóveis estão localizados no Parque das Nações / Ivan Nieto/Unsplash
Os imóveis estão localizados no Parque das Nações / Ivan Nieto/Unsplash
Autor: Redação

A aposta da Merlin Properties (MP) passa por aumentar a carteira de escritórios em Lisboa, conforme revelou recentemente ao idealista/news João Cristina, diretor da empresa em Portugal. Um investimento que ganha agora mais força, com o anúncio da aquisição de mais dois edifícios de escritórios na capital. Trata-se do Art's e da Torre Fernão de Magalhães (TFM), no Parque das Nações. Em causa está um investimento de 112,2 milhões de euros. 

“Os ativos estão localizados na principal avenida do Parque das Nações, a Dom João II [onde a Socimi espanhola já detém outros três imóveis]”, refere a MP em comunicado, salientando que os edifícios em causa têm, ao todo, 29.985 metros quadrados (m2) de área bruta arrendável. Após esta dupla aquisição, a carteira de escritórios da empresa em Lisboa passa a ter cerca de 100.000 m2, “consolidando-se como um dos líderes de mercado”.

Os imóveis à lupa

Google Maps
Google Maps

Segundo a MP, o Art's é um complexo com três edifícios que dispõe de uma área bruta arrendável total de 22.150 m2. Tem ainda 590 lugares de estacionamento, estando arrendado quase na totalidade (98%) a empresas como o BNP Paribas, a Huawei, a Sage e a DHL.

Já a TFM tem uma área bruta arrendável de 7.835 m2 e dispõe de 294 lugares de estacionamento. Está 100% arrendada a empresas líderes no segmento dos serviços partilhados, como a Webhelp e a Bold International.

“Com estas aquisições, a MP reforça o seu compromisso para com Portugal, após o recente anúncio do regime das SIGI [Governo deu luz verde aos REIT e o diploma seguiu para “as mãos” de Marcelo Rebelo de Sousa]”, refere a empresa, lembrando que o ano de 2018 foi o mais ativo da última década em Portugal, com cerca de 200.000 m2 de escritórios contratados.