Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

casas ficaram mais baratas em junho

preço das habitações novas contraiu, em Junho, 3,8%, em termos homólogos
Autor: Redação

Os preços dos imóveis destinados à habitação voltaram a decrescer em Junho, acentuando a desvalorização verificada em Maio. De acordo com o Índice Confidencial Imobiliário, divulgado esta quinta-feira, o preço das habitações novas em Junho contraiu 3,8%, em termos homólogos, depois de em Maio contrair 3,1%. Já o custo de compra de uma habitação usada caiu 3,9% em Junho, quando em Maio havia já contraído 3,2%

segundo o jornal de negócios, que cita os dados do índice, Em termos de comparação mensal, a evolução dos preços também foi negativa, com este tipo de imóveis, tanto novos como usados, a desvalorizarem 0,9% face a Maio. Em Maio, o preço das casas cresceu pela primeira vez em dois anos

Contrariamente ao cenário global do país, os preços das habitações na região centro registaram uma subida em Junho quando comparados com os valores de Maio. Comprar casa nesta região do país em Junho foi 0,1% mais caro face ao mês anterior. Porém, em termos homólogos, a tendência mantém-se negativa, com os preços a caírem 3,1%, cita o mesmo jornal

No Algarve, o preço das habitações estabilizou em Junho, mas a variação homóloga também foi negativa. Já no Norte a tendência foi semelhante à verificada no mercado nacional

O Índice Confidencial Imobiliário agrega a oferta de mais 1.400 empresas do sector imobiliário, num total de 500 mil imóveis