Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Euribor negativa: uma oportunidade para investir?

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Artigo escrito por joao.raposo@reorganiza.pt, partner da Reorganiza, para o idealista/news, no âmbito da rubrica “Trocado por Miúdos”.

Já deves ter reparado nas inúmeras notícias que têm surgido recentemente sobre a baixa da taxa Euribor – a taxa de referência para os bancos da Zona Euro financiarem-se.

Qual o sentido desta taxa estar abaixo de zero?
Das principais responsabilidades do Banco Central Europeu (BCE) é assegurar a estabilidade dos preços, isto é, garantir que a inflação na Zona Euro não se afasta muito dos 2%. Com a tendência de quase deflação na Zona Euro era fundamental alterar este ciclo económico. A deflação iria criar nos consumidores a noção que seria preferível adiar o consumo, pois os preços seriam mais baixos no futuro face ao presente. Repara que se não existir consumo a economia para e o desemprego aumenta. Como vês era fundamental atuar de alguma forma drástica!

Com a gestão da política monetária do BCE e com a Euribor num valor abaixo do zero, o BCE aproveita para incentivar o setor bancário a libertar dinheiro para a economia real de forma que os consumidores sejam agentes de estímulo ao crescimento económico.

Será que devemos fomentar o consumismo?
É muito diferente querer aumentar o consumo do querer fomentar o consumismo. O consumismo deve ser entendido como uma doença social própria de quem não tem critérios bem definidos relativos às suas possibilidades. Aumentar o consumo é criar oportunidades para teres hoje o que desejarias ter no futuro. Mas sempre dentro das tuas possibilidades. Aliás, o crescimento do consumo é entendido como um fator de recuperação económica.

Como podem os Bancos contribuir para esta recuperação?
Os bancos têm um papel preponderante nesta atuação porque praticamente toda a tua vida financeira passa por eles. Se os bancos começam a tirar incentivos para aplicares as tuas poupanças como por exemplo nos depósitos a prazo (neste momento estão a dar um retorno de zero), então vais ter de consumir ou encontrar outras formas mais apelativas de investir o dinheiro.

Nesta altura o melhor que podes fazer é procurar informação relevante sobre determinados setores e produtos de investimento de forma a investires em produtos com maior risco, mas em que o teu conhecimento sobre onde estás a investir seja suficiente para controlares os efeitos desta decisão. Sobre este aspeto podes reler o artigo para saberes se és mais especulador ou investidor. Não queiras chegar à situação dos clientes lesados pelo BES que investiram em Papel Comercial sem que alguns tivessem conhecimento do real risco que estavam a correr.

Esta descida da Euribor leva a que, para além do incentivo a investires em produtos com maior risco, possas procurar investimentos fora do Mercado de Valores Mobiliários. Já pensaste que esta é uma altura propícia para investir no mercado do imobiliário? Com a recuperação económica e com o incentivo dos bancos para libertar dinheiro para a economia, o investimento em aquisição de imobiliário pode ser propício para bons negócios. As taxas de retorno do investimento em imobiliário podem superar em muito as taxas de investimentos em produtos financeiros e, com a vantagem de te expor a um nível de risco mais conservador.