Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

“Larga maioria dos imóveis convertidos em AL estava desocupada”, defende CTP

Autor: Redação

“O nosso mercado tem capacidade para absorver as novas soluções de alojamento”, defendeu o presidente da Confederação do Turismo Português (CTP), Francisco Calheiros, referindo-se às plataformas que vieram revolucionar o mercado de arrendamento. O representante do setor garantiu ainda que o Turismo, através do Alojamento Local (AL), deu um “contributo importantíssimo para a reabilitação de muitos edifícios em várias zonas da cidade de Lisboa”.

Francisco Calheiros, em entrevista ao Notícias ao Minuto, falou sobre a importância do Turismo para a Economia nacional, defendendo que “Portugal não é apenas um destino de sol e mar”, mas que “tem margem para crescer além das regiões mais procuradas pelos turistas”. “O crescimento do Turismo não resulta de um fenómeno ou de uma tendência pontual, mas sim de um esforço concertado de profissionais e agentes da atividade que investiram, ao longo dos últimos anos, na melhoria da oferta, na qualidade do serviço”, disse o responsável.

"Todos ficamos a ganhar com o aumento do turismo"

Para Francisco Calheiros, a especulação vivida no mercado imobiliário, e que fez disparar os preços das casas, não surgiu por causa do “boom” turístico. O líder da CTP referiu, aliás, que o Turismo “deu um contributo importantíssimo para a reabilitação de muitos edifícios" em várias zonas da capital. "Há estudos que demonstram que uma larga maioria dos imóveis hoje convertidos em AL estava desocupada”, frisou.

Segundo o responsável, desse esforço “resultou a valorização de casas em algumas zonas de Lisboa e uma consequente subida de preços”. Para Francisco Calheiros, a agitação no setor imobiliário deve-se a uma “tendência do mercado que acompanha a realidade das grandes cidades europeias”.