Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Dois projetos residenciais nascem em Vilamoura... com 214 villas e apartamentos de charme

Maquete do empreendimento Central, que terá 80 villas / Vilamoura World
Maquete do empreendimento Central, que terá 80 villas / Vilamoura World

Chamam-se Central e Uptown e são os mais recentes projetos residenciais em comercialização em Vilamoura, Algarve. Com estes empreendimentos vão chegar ao mercado, em 2020, 214 novas villas e apartamentos de charme. “São dois projetos distintos”, começa por dizer ao idealista/news Miguel Palmeiro, diretor comercial do Grupo Vilamoura World (VM), “master developer” responsável pelo desenvolvimento de Vilamoura.

Segundo o responsável, “o Central consistirá numa comunidade exclusiva de 80 residências no centro de Vilamoura”, com tipologias V2+1, V3 e V4 e valores de venda que começam nos 629.900 euros. 

“É um condomínio residencial de casas com níveis de sofisticação e exclusividade elevados, oferecendo um equilíbrio perfeito entre os espaços privados e comuns”, adianta Miguel Palmeiro, salientando que o “condomínio fechado exclusivo foi desenhado pelo atelier de arquitetura internacional Petraccone & Vodar, que associou um local de prestígio a um conceito de arquitetura especial”. 

Trata-se de um complexo com materiais e acabamentos de “elevada qualidade” que dispõe de pátios interiores privados que “oferecem uma ligação suave e harmoniosa com a natureza, com os jardins comuns circundantes e com as piscinas”, conta. De referir que as 80 residências que integram o Central encontram-se a cinco minutos a pé da praia e da marina e muito perto dos campos de golfe e dos courts de ténis.

134 casas de “mãos dadas” com a natureza

Já o Uptown “marcará o início de um novo estilo de vida em Vilamoura, no qual projeto e natureza se tornam um só”, revela o diretor comercial do grupo VW.

“A primeira fase de 134 unidades residenciais – apartamentos e moradias – já está no mercado. As casas são compostas por dois, três ou quatro quartos e estarão prontas no início de 2020”, diz. Os preços de venda, esses, começam nos 294.400 euros.

Maquete do empreendimento Uptown, que terá 134 villas e apartamentos / Vilamoura World
Maquete do empreendimento Uptown, que terá 134 villas e apartamentos / Vilamoura World

De acordo com Miguel Palmeiro, o “Uptown nasce com a vocação de se tornar uma nova centralidade em Vilamoura”, estando rodeado de natureza. “Está focado em proporcionar a melhor vida possível aos moradores, as infraestruturas próximas ao Uptown, como a Escola Internacional de Vilamoura, o Centro Equestre de Vilamoura e o Campo de Golfe Victoria, facilitarão a vida dessa nova comunidade”, refere. 

Para o responsável, este projeto imobiliário é “um lugar onde cores e design emergem da terra” e “onde a arquitetura tem um toque tipicamente português”, integrando-se “perfeitamente na paisagem”. “Jacques Ferrier, arquiteto do Uptown, aproveitou a localização excecional para criar um projeto com características arquitetónicas e identidade únicas em Vilamoura”, explica. De referir que o Uptown terá, entre outras comodidades, um espaço clube de lazer e convívio com piscina.

E quem são os potenciais compradores destes projetos? O gestor diz ao idealista/news que os perfis são diversificados. “Pela variedade da nossa oferta, temos investidores que compram numa perspetiva de obter rendimento e temos compradores que investem para usufruto próprio. A diversidade e qualidade da nossa oferta faz com que consigamos atrair investidores perfis diferentes”, conclui.