Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

O perfil de quem anda a comprar casa em Portugal

Gtres
Gtres
Autor: Redação

A maioria das pessoas (85%) que andam “às compras” (de casas) em Portugal são portugueses – 15% são estrangeiros, sobretudo franceses – e há mais mulheres que homens a “investir” no imobiliário residencial: 55% contra 45% de homens. 

De referir ainda que os compradores de imóveis têm entre 22 e 40 anos, considerado o intervalo de idade ativo, e que 70% dos compradores são casados ou estão em união de facto.

Em causa estão dados divulgados pela consultora imobiliária Decisões e Soluções (DS). Os mesmos permitem ainda concluir que 65% dos “novos proprietários” são trabalhadores dependentes e 35% são profissionais liberais e/ou empresários, com rendimentos médios mensais entre os 750 e os 2.500 euros.

Estes indicadores ajudam a identificar o perfil dos compradores de imóveis em Portugal. “Para conhecer o setor imobiliário é preciso em primeiro lugar, perceber o comportamento da procura”, refere a DS em comunicado. 

“No que se refere às mudanças de habitação, existem diversas motivações que podem conduzir a uma mudança. Por exemplo, conseguir uma habitação mais moderna, maior e com mais serviços ou ter interesse em mudar de zona, são algumas das razões”, lê-se no documento. 

No entanto, “muitas vezes essa mudança não é possível”. “Seja porque as habitações disponíveis não cumprem as expetativas, existem problemas de liquidez devido à redução do financiamento ou existe um desequilíbrio económico (no qual a oferta existente ultrapassa as suas possibilidades económicas) e ainda dificuldade em efetuar a venda da própria habitação a um preço adequado às suas necessidades”, conclui a DS.