Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

As 10 casas que fizeram sonhar os portugueses na quarentena (e que continuam à venda)

Moradias com jardim e piscina e penthouses com grandes áreas ocuparam os primeiros lugares das casas mais procuradas.

Autor: Redação

A quarentena vivida durante a primavera de 2020, provocada pela pandemia da Covid-19, levou muitas pessoas a alterar hábitos, mas também a repensar os espaços onde vivem.  Muitas perceberam que não gostavam assim tanto da sua casa, e decidiram, por exemplo, procurar outra. E se em alguns casos a situação financeira poderia permitir essa mudança, noutras era inviável fazê-lo. Ainda assim, visitar casas no idealista durante essas duras semanas de isolamento foi uma forma agradável de ocupar o tempo e até um bálsamo para tornar os dias, pelo menos, "mais leves".

As condições de confinamento impostas pelo estado de emergência também influenciaram as pesquisas dos utilizadores do idealista. O contexto vivido fez com que os utilizadores sonhassem e visitassem, sobretudo, moradias com grandes jardins e piscina e penthouses, quase sempre de preço elevado.

Três das dez casas que mais acumularam visitas durante o estado de emergência encontram-se na região de Lisboa, distribuídas por Alvalade (Lisboa), Avenidas Novas (Lisboa) e Linda-a-Velha (Algés). Outros dois dos imóveis mais visitados encontram-se no Algarve, mais concretamente na Quinta do Lago e Vale do Lobo, ambos em Almancil. As restantes casas com que os portugueses mais sonharam localizam-se nos Açores (Ilha de São Miguel), Braga, Funchal (Ilha da Madeira), Santarém e Caia (Elvas).

As 10 casas mais visitadas durante a quarentena