Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Renda Acessível: Câmara de Lisboa vai investir 8,8 milhões na reabilitação de 8 imóveis da GNR

Aqui vão nascer 80 novas casas com arrendamento acessível.

Renda Acessível em Lisboa
Imagem de Pierre-Alain DEGARDIN por Pixabay
Autor: Redação

Aquele que já é considerado um dos programas de renda acessível mais ambiciosos foi apresentado pela Câmara Municipal de Lisboa. Trata-se da aquisição e reabilitação de oito imóveis da Guarda Nacional Republicana (GNR) para dar lugar a 80 novas casas. O investimento associado à reabilitação ronda os 8,8 milhões de euros.

Os edifícios da GNR que estão na mira da autarquia localizam-se junto à Tapada das Necessidades e estão hoje ou estado avançado de degradação ou parcialmente devolutos, tal como noticiou o idealista/news no início do mês.

Este projeto tem um investimento total estimado de 16 milhões de euros, sendo que 5,7 milhões são destinados à aquisição dos imóveis e os restantes 8,8 milhões vão ser aplicados na sua reabilitação, escreve o Expresso. Com esta intervenção a autarquia vai criar 80 novas casas de arrendamento acessível, de tipologias T0 e T3, e ainda espaços comerciais e de lazer.

Também está previsto no protocolo assinado entre a Câmara de Lisboa e o Ministério da Administração Interna (MAI), a reabilitação de um edifício no Quartel do Carmo, no qual vão ser realojadas as famílias dos militares da GNR, escreve o mesmo jornal. Nesta intervenção, a autarquia prevê investir 1,5 milhões de euros.

Rendas acessíveis em Lisboa
Imagem de Frank Nürnberger por Pixabay

Outros imóveis militares vão ter nova vida

Estes não são os únicos imóveis do devolutos do Estado que vão renascer e dar lugar a casas de arrendamento acessível. Há outros sete que foram desafetados da Lei de Infraestruturas Militares, segundo referiu o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, na audição regimental que decorreu na passada terça-feira, dia 20 de julho de 2021.

É nesses imóveis que vão nascer um total de 1.379 novas habitações com rendas acessíveis, segundo noticiou o idealista/news.

Quatro destas propriedades situam-se em Lisboa:

  • Hospital da Estrela (84 casas);
  • Convento da Estrela (107 casas),
  • Quinta da Alfarrobeira (365 casas)
  • Ex-estação Radionaval de Oeiras (630 casas)

Os restantes três situam-se no Porto:

  • Propriedade na Rua do Ouro (90 casas);
  • Imóvel na Rua da Boavista (67 casas);
  • Imóvel na Avenida de França (36 casas).

Esta iniciativa insere-se no programa do Governo para aumentar o Parque Público de Habitação a Custos Acessíveis, que conta com um investimento de 774 milhões de euros apoiado pelo Plano de Recuperação e Resiliênca. Só esta medida deverá entregar um total de 6.800 habitações a preços acessíveis.