Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Quartos para estudantes: 5 dicas de decoração infalíveis

Criar um ambiente confortável e funcional é determinante na hora de decorar quartos para estudantes. Eis algumas dicas fáceis e práticas.

Via Habitissimo
Via Habitissimo
Autor: Redação

Setembro é sinónimo de regresso às aulas. Para alguns estudantes, é hora de rumar a outras paragens para frequentar a universidade. Este ano, e dos mais de 64 mil candidatos ao Concurso Nacional de Acesso ao ensino superior, cerca de 49 mil foram já colocados na primeira fase. Muitos estarão por esta altura à procura de um quarto ou casa para ficar. 

Tens um quarto ou casa para arrendar? Lembra-te que, por vezes, existe a tendência para não pensar na decoração de quartos para estudantes, mas a verdade é que um ambiente bem pensado e funcional acaba por se tornar muito mais apelativo e confortável. A pensar nisso, em colaboração com a Habitissimo, deixamos-te 5 dicas de decoração infalíveis.

Via Habitissimo
Via Habitissimo

1. Começar pelo que é essencial

Antes de começares a decorar o quarto, pensa naquilo que é necessário no espaço, de modo a que este se torne mais funcional. Regra geral, vais precisar no mínimo de uma cama, mesinhas de cabeceira, um armário e uma secretária, de modo a garantir que a divisão tem tudo o que é preciso para se tornar prática no dia-a-dia. Antes de comprar a mobília, considera as dimensões do espaço e a disposição que queres que o quarto tenha no final, para garantir que compras as peças certas.

2. Pensar a longo prazo

Podes ter a tendência de comprar a mobília mais barata que encontrares, ao estilo “monta tu mesmo”, mas pode ser uma boa ideia apostar em mobiliário mais robusto. Dessa forma, garantes a longevidade das peças e que o espaço fica em boas condições durante mais tempo. Em alternativa, podes encontrar mobília em segunda mão, que seja sólida e resistente, e que facilmente pode ser remodelada com toques mais modernos, se assim o entenderes.

Quartos para estudantes
Foto de Andrew Neel no Pexels

3. Uma tela em branco

O objetivo do quarto é que seja uma tela em branco, que contenha uma “base” a partir da qual os estudantes possam criar um espaço só seu, com objetos que lhes tragam alegria e conforto. Por isso, procura usar o máximo de cores neutras nas paredes e mobília, já que, dessa forma, garantes que qualquer peça decorativa que ali seja colocada combine bem com o fundo. O mesmo é válido para eventuais têxteis que coloques no quarto, como cortinas e tapetes.

4. Detalhes decorativos

Criar uma tela em branco não significa que não podes apresentar o quarto já com alguns toques decorativos, desde que estes não se sobreponham demasiado e deem espaço ao estudante para ele compor o ambiente como quiser. Umas cortinas leves e que combinam com o quarto, um espelho num local estratégico, de modo a aumentar visualmente o espaço, e um quadro em cortiça são toques pequenos, mas divertidos, e que vão ficar bem num quarto de estudante.

Quartos para estudantes
Foto de Vlada Karpovich no Pexels

5. Espaços partilhados

Os espaços partilhados são muito comuns, embora possam ser considerados menos apelativos para muitos estudantes. Mas este tipo de espaços não têm que ser desconfortáveis e aborrecidos. O truque está em planear bem as diferentes áreas do quarto e em criar estratégias que permitam aos estudantes ter alguma privacidade na zona de dormir, de modo a que estes possam sentir-se mais confortáveis na divisão. Algo tão simples como um biombo pode fazer toda a diferença no quarto. Já a zona de estudo poderá ser partilhada, desde que existam diferentes opções de arrumação.