Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

fmi: portugal precisa de 73,9 mil milhões em dois anos

dívidas das famílias no crédito à habitação cresceram mais de 400% no último ano
Autor: Redação

de acordo com o fundo monetário internacional (fmi), portugal vai precisar de 73,9 mil milhões de euros em dois anos para ficar estável financeiramente e ultrapassar a crise sem esforço, o equivalente, segundo o diário económico (de), a ganhar o jackpot do euromilhões todos os dias - cerca de 100 milhões de euros

os números surgem numa altura em que os peritos da comissão europeia (ce), do banco central europeu (bce) e do fmi já começaram a passar a pente fino as contas públicas do país. e o cenário não se avizinha positivo, visto que o ministro das finanças, teixeira dos santos, assumiu o estrangulamento financeiro de portugal, adiantando que só há dinheiro para garantir pagamentos até final de maio: "as necessidades de financiamento para abril estão cobertas, e mesmo para o mês de maio não temos problemas. o primeiro grande momento de exigência será o mês de junho", disse, numa entrevista à agência reuters

segundo o de, que se baseia no relatório do fmi "fiscal monitor" - acompanha a evolução dos défices e dívidas dos vários países membros do fundo -, a economia nacional tem 21,6% do pib hipotecados com o pagamento de dívidas. cerca de 27,8 mil milhões de euros terão de ser entregues aos investidores para cobrir o vencimento de dívida já contraída, e outros 9,7 mil milhões têm de ser gastos a financiar o défice previsto para este ano

as estimativas para 2012, que não consideram o pec iv, chumbado no parlamento, nem antecipam os resultados das negociações que estão a decorrer para o resgate financeiro do país, concluem que é preciso angariar 21% do pib para pagar as dívidas que vencem e o défice estimado pelo fmi para o próximo ano (5,5%)