Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Avaliação bancária

Últimas notícias sobre "Avaliação bancária" publicadas em idealista.pt/news

Vender a casa? Antes de mais, avaliar e definir um preço de mercado - explicamos como

A pensar em vender a casa? Antes de mais, convém avaliar e definir um preço de mercado, para garantir uma operação de sucesso. Os ingleses usam muito a frase “location, location, location”, exatamente, porque um dos fatores mais significativo para a calcular o valor de uma casa é a sua localização. A área do imóvel e o seu estado de conservação também são critérios essenciais para a avaliação e determinação do preço. Mas há outros fatores que também pesam nesta equação e podem ajudar a fazer melhor negócio. Explicamos tudo neste artigo, com a ajuda de uma especialista. 

Notícia sobre:

Quando fazer e para que serve a avaliação antes de pedir um empréstimo para compra de casa?

Uma vez escolhida a casa que pretendes comprar, chega o momento de avançares com o pedido de avaliação do imóvel junto do banco onde pretendes efetuar o crédito habitação. Mas para que serve afinal esta avaliação e de quem é a responsabilidade? Explicamos com a ajuda de especialistas.

Notícia sobre:

Avaliação bancária de casas dispara para 1.144 euros por m2 – um valor recorde em plena pandemia

O valor mediano de avaliação bancária em Portugal, realizada no âmbito de pedidos de crédito à habitação, tem vindo a subir ao longo do ano, ou seja, em plena pandemia da Covid-19. Em novembro, fixou-se em 1.144 euros por metro quadrado (m2), mais 13 euros (1,1%) que em outubro e mais 68 euros (6,3%) que no mesmo mês do ano passado. Trata-se, de resto, de um novo máximo. Os dados divulgados esta terça-feira (29 de dezembro de 2020) pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) mostram ainda que o “número de avaliações bancárias consideradas ascendeu a cerca de 27 mil, mais 8,2% que no mesmo período do ano anterior”

Notícia sobre:

Avaliação bancária das casas sobe em outubro para novo recorde de 1.131 euros/m2

O valor mediano de avaliação bancária subiu três euros em outubro face ao mês anterior, para 1.131 euros por metro quadrado (m2), ultrapassando o recorde que tinha atingido em agosto. Segundo o Inquérito à Avaliação Bancária na Habitação, produzido pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), em termos homólogos, a taxa de variação manteve-se em 5,8%, tal como verificado em setembro.

Notícia sobre:

Fim das moratórias vai trazer mais imóveis para o mercado

Os preços das casas subiram em flecha nos últimos anos, nomeadamente em Portugal, mas uma “nuvem” chamada pandemia pode fazer com que o crescimento abrande e que, por isso mesmo, se assista a uma descida generalizada dos mesmos. Um cenário já colocado em cima da mesa pela Comissão Europeia (CE) e pelas agências de notação financeira S&P e Moody's. Para Paulo Barros Trindade, presidente da Associação Profissional das Sociedades de Avaliação (ASAVAL), é de esperar, de facto, uma “correção de preços, verificando-se já esse efeito no mercado de arrendamento”.

Notícia sobre:

Avaliação bancária das casas ainda em máximos históricos – 1.128 euros por m2 em setembro

Em setembro, o valor mediano de avaliação bancária em Portugal, realizada no âmbito de pedidos de crédito à habitação, manteve-se nos 1.128 euros por metro quadrado (m2) registados em agosto, mês em que atingiu um novo recorde – tinha subido um euro face a julho, segundo dados divulgados esta quarta-feira (28 de outubro de 2020) pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). 

Notícia sobre:

Honorários dos peritos avaliadores “continuam muito baixos face à responsabilidade” que têm

Este é um tema para o qual não há um pré-pandemia e um pós-pandemia. Falamos dos honorários dos peritos avaliadores de imóveis, um assunto que na opinião de Paulo Barros Trindade, presidente da direção da Associação Profissional das Sociedades de Avaliação (ASAVAL), “continua a manter-se como um dos centrais na atividade dos peritos avaliadores”. “Os honorários continuam muito baixos face à responsabilidade que os peritos avaliadores assumem no desempenho do seu trabalho”, diz o responsável, em entrevista ao idealista/news.

Notícia sobre:
Photo by Alessia Cocconi on Unsplash

Avaliação bancária de casas sobe para 1.128 euros por m2 em agosto (um novo máximo)

Em agosto, o valor mediano de avaliação bancária subiu apenas um euro, para os 1.128 euros por metro quadrado (m2), segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Recorde-se que, em julho, o valor da avaliação bancária atingiu um novo máximo histórico, fixando-se nos 1.127 euros por m2, depois de um aumento de 12 euros em relação ao mês anterior (junho), mesmo em tempos de pandemia. Com esta subida, mesmo que residual, o valor da avaliação atinge assim mais um número recorde.

Notícia sobre: