Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Baixa de Lisboa

Últimas notícias sobre "Baixa de Lisboa" publicadas em idealista.pt/news

Luz verde para recuperação do emblemático quarteirão da Pastelaria Suíça, no Rossio

O projeto de recuperação do quarteirão da antiga pastelaria Suíça, no Rossio (Lisboa), que prevê a criação de um novo espaço comercial, com reabilitação das fachadas das lojas históricas, foi aprovado, na semana passada, por maioria, pela Câmara Municipal de Lisboa (CML). O emblemático Quarteirão do Rossio pertence, desde fevereiro de 2018, à empresa imobiliária JCKL Portugal.

Notícia sobre:

Antigo quarteirão do BPI na Baixa de Lisboa vai ser um hotel de luxo da cadeia Hyatt

O BPI vendeu em 2018, através do seu Fundo de Pensões, o imóvel mais antigo que tinha na Baixa de Lisboa, por 66 milhões de euros. Trata-se de um quarteirão composto por cinco edifícios de arquitetura pombalina – ao todo tem 11.000 metros quadrados (m2) – onde vai nascer, sabe-se agora, um luxuoso hotel da cadeia norte-americana Hyatt. Terá 169 quartos e suítes privadas e deve abrir portas em 2024.

Notícia sobre:

Edifício pombalino convertido em prédio de luxo na Baixa de Lisboa: mais 12 apartamentos no mercado

Mais um edifício histórico, de arquitetura pombalina, vai ser ser reabilitado, dando origem a um novo empreendimento residencial de luxo no centro histórico de Lisboa. O projeto Madalena 91 tem as obras agendadas para arrancar ainda este ano, estando a conclusão prevista para o final de 2021, ficando a comercialização a cargo da RE/MAX Collection Siimgroup. 

Notícia sobre:

Fabrik: novo projeto na capital com apartamentos a mais de um milhão

A Baixa de Lisboa vai receber um novo projeto residencial de luxo. Chama-se Fabrik e vai ter apartamentos a custar entre os 970 mil e os 1,67 milhões de euros.

Notícia sobre:

Bragança 10: nascem 11 casas de luxo em Lisboa com a assinatura de Frederico Valsassina

Vão nascer 11 novos apartamentos de luxo com vista para o Tejo na Baixa de Lisboa. O edifício Bragança 10, com assinatura do premiado arquiteto Frederico Valsassina e com tipologias que vão desde o T1 ao T4, distingue-se ainda por ter 22 lugares de estacionamento privativo.

Notícia sobre:
Foto do livro “O Grande Incêndio do Chiado” via Público

Incêndio no Chiado, 30 anos depois – as imagens do coração de Lisboa em chamas

25 de agosto de 1988. O dia que ficou para a história da capital e do país. Foi há 30 anos que um incêndio deflagrou nos extintos armazéns Grandella, no Chiado em Lisboa, destruindo a zona histórica em menos de cinco horas. As chamas devoraram 18 edifícios na Baixa Pombalina, provocaram mais de 50 feridos e duas vítimas mortais, um bombeiro e um residente , desalojou cinco famílias, num total de 21 pessoas. Consumiram quase oito hectares, o equivalente a oito campos de futebol.
Notícia sobre:

Bancos BCP e BPI vendem edifícios emblemáticos na Baixa de Lisboa

Os bancos BCP e BPI alienaram, na mesma semana, dois grandes ativos imobiliários que tinham em carteira, na Baixa de Lisboa. O BPI vendeu um quarteirão inteiro por 66 milhões de euros, a um fundo internacional, e o BCP vendeu ao grupo hoteleiro Sana o edifício por entre 40 e 50 milhões.

Notícia sobre:

Dono da Seaside vai abrir quatro hotéis My Story na Baixa de Lisboa

A Baixa lisboeta vai receber quatro novos hotéis já este ano. Todos pertencem à cadeia hoteleira My Story Hotels, liderada por Acácio Teixeira, fundador e proprietário das lojas Seaside. A próxima abertura já está agendada: o renovado Hotel Lisboa Tejo – agora My Story Tejo – abre portas no início de março.

Notícia sobre:
(Foto: Propriedade da CML - Museu de Lisboa e autoria de José Avelar).

Galerias Romanas de Lisboa "abrem portas” até domingo. Serão visitadas por 3.500 pessoas

As Galerias Romanas de Lisboa foram descobertas no subsolo da Baixa de Lisboa em 1771, na sequência do Terramoto de 1755 e posterior reconstrução da cidade, mas terão sido construídas há mais de dois mil anos. Só estão abertas ao público duas vezes por ano, a primeira das quais hoje, amanhã e domingo. As inscrições são feitas por marcação e desta vez já não as poderás conhecer: serão 3.500 os felizardos a descer ao submundo da capital.
Notícia sobre: