Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Condições de trabalho

Últimas notícias sobre "Condições de trabalho" publicadas em idealista.pt/news

Greve nacional: quais as queixas dos funcionários públicos agora?

Esta sexta-feira, estão fechados escolas, museus, serviços hospitalares e repartições das finanças um pouco por todo o país. Mas afinal o que motiva esta greve nacional dos funcionários públicos, convocada para o dia 26 de maio de 2017, pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS), afeta à CGTP? Mais do que protestar, o objetivo é pressionar o Governo para acelerar medidas que estão a ser negociadas.

Notícia sobre:

Mulheres trabalham mais hora e meia por dia em casa que os homens

Os homens trabalham mais fora de casa (trabalho pago) que as mulheres – mais 27 minutos – e elas trabalham mais hora e meia que eles em casa (tarefas domésticas/trabalho não pago). Esta á uma das conclusões do estudo “Os Usos do Tempo de Homens e de Mulheres em Portugal”, desenvolvido pelo Centro de Estudos para a Intervenção Social, em parceria com a Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego.

Notícia sobre:

Arquitetos portugueses lançam petição por melhores condições profissionais

Um grupo de arquitetos portugueses acaba de juntar-se para lutar por melhores condições profissionais da classe, lançando uma petição online com a frase "Fora da Ordem". O objetivo é chamar a atenção dos colegas para que sejam debatidos temas que, segundo eles, não têm sido o foco da Ordem dos Arquitetos, organização responsável pelo controlo e manutenção dos direitos e deveres dos arquitetos em Portugal.

Notícia sobre:

Mais de 20% do trabalho em Portugal é clandestino, segundo a ACT

O trabalho não declarado em Portugal represente 20 a 27% da força laboral, estima a Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT). Em média, por mês são encontrados 600 casos fora da lei, nas inspeções realizadas pela entidade oficial de fiscalização das condições de trabalho em Portugal.

Notícia sobre:

Construção: trabalhadores recrutados em Portugal são explorados no Luxemburgo

O sindicato luxemburguês LCGB denunciou situações de exploração de portugueses recrutados por empresas de construção em Portugal para trabalhar no Luxemburgo, em alguns casos a trabalhar sete dias por semana e com salários muito abaixo do mínimo luxemburguês.

Notícia sobre:
  •  
  •