Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Ministros

Últimas notícias sobre "Ministros" publicadas em idealista.pt/news

João Leão e nova equipa das Finanças já tomou posse: quem são os novos governantes

João Leão, o novo ministro das Finanças, e toda a sua equipa – inclui três novos secretários de Estado – tomaram posse esta segunda-feira (15 de junho de 2020) de manhã, na sequência da demissão de Mário Centeno. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deu posse aos governantes no Palácio de Belém, em Lisboa, “numa cerimónia restrita e sem outros convidados, dadas as atuais regras de saúde pública”, lê-se numa nota publicada no portal da Presidência da República. Uma cerimónia, de resto, que decorreu sem máscaras e com vénias em vez de apertos de mão.

Notícia sobre:

Novo Governo tem o mesmo ministro da Habitação - as escolhas de Costa que tocam no imobiliário

O novo Governo liderado por António Costa vai integrar 19 ministros, mais dois que o anterior Executivo, sendo o maior em ministérios dos 21 Governos Constitucionais. Pedro Nuno Santos mantém-se como ministro das Infraestruturas e da Habitação.

Notícia sobre:

Há 318 ex-políticos com subvenções vitalícias que chegam aos 13.600 euros - sabes quem?

A CGA voltou a publicar a lista de ex-políticos e juízes beneficiários de subvenções vitalícias. Entre antigos primeiros-ministros, ex-deputados, líderes partidários, autarcas e juízes do Tribunal Constitucional, contam-se 318 nomes.

Notícia sobre:

Remodelação governamental à vista: Pedro Nuno Santos fica com pasta da Habitação

António Costa tem em curso uma remodelação governamental. Pedro Nuno Santos, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, sobe a ministro do Planeamento Infraestruturas e assumirá também a pasta da Habitação.

Notícia sobre:

“É evidente que houve má gestão na CGD” e que “teve custos”, diz Mário Centeno

O ministro das Finanças, Mário Centeno, admitiu, no Parlamento, que houve “má gestão” na Caixa Geral de Depósitos (CGD) e que isso “teve custos”. Uma conclusão que vai ao encontro da auditoria da EY a 15 anos de gestão do banco estatal, cujos resultados preliminares mostram que a instituição financeira emprestou dinheiro mesmo quando tinha pareceres desfavoráveis da sua Direção de Risco.

Notícia sobre:

Sangria no poder em Angola: José Eduardo dos Santos demitiu o ministro das Finanças e não só

Eleito pela revista The Banker como o melhor ministro das Finanças de África, Armando Manuel foi agora demitido do cargo de governante que ocupava em Angola e será subsituido por Augusto Archer de Sousa Mangueira, atual presidente da Comissão de Mercados de Capitais de Angola. E não foi o único membro do Governo a ser exonerado pelo Presidente angolano.

Notícia sobre:

Licenciamentos de obras nas casas dos ministros das Finanças e Economia estão a ser investigados

Os licenciamentos de obras nas casas da ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, e do ministro da Economia, Pires de Lima, estão a ser investigados. O presidente da câmara de Cascais e vice-presidente do PSD, Carlos Carreiras, já mandou abrir um “processo de inquérito”, para apurar se os funcionários que licenciaram as obras cometeram ilegalidades.

Notícia sobre:

Governo ainda tem de “ganhar” 700 milhões para cumprir défice

No Conselho de Ministros desta quinta-feira (dia 10), o Governo não fechou as medidas necessárias para baixar o défice para 2,5% no próximo ano, tendo agendada uma nova reunião extraordinária para terça-feira (dia 15). Segundo o Diário Económico, até ontem, o Executivo identificou poupanças no valor de mil milhões de euros, estando ainda a ser trabalhada a solução final para conseguir os restantes 700 milhões.

Notícia sobre:

Rumores

Privatização da EGF deve arrancar hoje e tem vários interessados: O Conselho de Ministros deve aprovar hoje o caderno de encargos da privatização da Empresa Geral de Fomento (EGF), isto apesar da oposição de várias autarquias. A privatização da “sub-holdins” da Águas de Portugal terá lugar através de um concurso público internacional aberto a todos os interessados que preencham os requisitos traçados no caderno de encargos, um procedimento que difere do que sucedeu nas últimas privatizações. (Diário Económico)

Notícia sobre: