Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

construção pesa quase metade do crédito mal parado

tribunais declararam 854 falências na construção nos primeiros seis meses do ano
Autor: Redação

o crédito malparado voltou a aumentar em janeiro, com o incumprimento das empresas a chegar aos 7.621 milhões de euros, mais 53% que no mesmo mês do ano passado (4.958 milhões de euros). o sector que mais contribuiu para este aumento foi a construção, que pesa 40% do total do crédito mal parado. de acordo com dados do banco de portugal (bdp), as empresas de construção deixaram de pagar 2.886 milhões de euros de empréstimos bancários no primeiro mês do ano

segundo o jornal construir, que se apoia em dados do bdp, o crédito mal parado das empresas além de subir 53% face ao período homólogo aumentou 9% quando comparado com o mês anterior, dezembro de 2011

já o crédito à habitação representava, em janeiro, 44% dos empréstimos de cobrança duvidosa (2.146 milhões de euros) enquanto o crédito ao consumo atingia 31% do total (1.513 milhões de euros)