Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crédito à habitação: taxa de juro sobe há dez meses

Gtres
Gtres
Autor: Redação

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação aumentou 0,019% em junho, face a maio, e fixou-se em 1,491%, sendo esta a décima subida mensal consecutiva. Nos contratos para Aquisição de Habitação, a taxa de juro foi 1,505%, tendo aumentado 0,019% num mês. Já nos acordos celebrados nos últimos três meses, a taxa situou-se em 3,087%, menos 0,093% comparativamente com maio. 

Segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o valor médio da prestação vencida para a totalidade dos contratos manteve-se, em junho, nos 260 euros. Trata-se de um valor que já se tinha verificado em abril e maio. “Para o conjunto dos contratos de crédito à  habitação celebrados nos últimos três meses, o valor médio da prestação fixou-se nos 323 euros, mais três euros que o valor observado no mês anterior”, refere a entidade.