Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Prestação da casa sem subidas até ao verão

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Boas notícias para quem pediu dinheiro emprestado ao banco para comprar casa. Isto porque a prestação a pagar pelo crédito à habitação deve manter-se inalterada nos próximos meses, podendo apenas sofrer alterações – e eventualmente baixar – a partir de junho de 2015.

Em causa está o facto de as taxas Euribor, principal indexante utilizado no crédito à habitação, estarem sem grandes oscilações. E, caso haja mexidas, prevê-se que possam baixar ainda mais. Uma situação que surge na sequência do Banco Central Europeu (BCE) ter baixado, em setembro, a taxa de juro diretora para o mínimo histórico de 0,05%  

De acordo com o Dinheiro Vivo, as taxas Euribor devem permanecer baixas, o que dá alguma folga aos orçamentos dos portugueses. A publicação escreve que uma família com um crédito à habitação indexado à Euribor a três meses ainda vai beneficiar de mais duas revisões que, no conjunto, podem representar uma queda de apenas alguns cêntimos. 

Atualmente, uma família com um empréstimo de 100 mil euros a 30 anos com um spread de 1% indexado à Euribor a três meses tem uma prestação de 325,47 euros. Com a descida da Euribor a três meses em junho de 2015, o mesmo empréstimo passa a ter uma prestação de 325,10 euros