Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

A importância de ter (e saber o que é) um intermediário de crédito na compra de casa

Esta figura é regulamentada e registada pelo Banco de Portugal e visa ajudar a obter os melhores empréstimos à habitação junto da banca.

Photo by Mimi Thian on Unsplash
Photo by Mimi Thian on Unsplash
Autor: Redação

A compra de casa é um processo com várias frentes em aberto. Depois do processo de pesquisa do imóvel, e antes de ser celebrada a escritura e realizada a mudança, há um passo crítico pelo meio e que vai pesar na vida (e contas) do futuro comprador, ao longo de vários anos. Em causa está a contratação de um crédito à habitação. E aqui surgem, habitualmente, várias dúvidas. "As minhas poupanças serão suficientes? Posso pagar este crédito habitação com o meu salário? Devo escolher um crédito de tipo fixo ou variável?", entre outras.  

Foi, exatamente, a pensar em ajudar a responder a perguntas dos clientes e fazer a ponte com a banca, no momento de pedir um empréstimo à habitação, que foi criada no mercado a figura do intermediário de crédito. Esta atividade "é regulamentada e registada pelo Banco de Portugal, e este deve ser totalmente transparente na comunicação dos seus serviços e das comissões que pode aplicar", explicam desde o idealista/creditohabitação, aconselhando a "perguntar sempre se o serviço é gratuito ou se algo vai ser cobrado e, neste caso, saber qual é o custo e se implica algum compromisso". 

Para se encontrar o melhor empréstimo, as boas práticas recomendam fazer-se uma ampla consulta do mercado e comparar ofertas de vários bancos, a vários níveis (olhando mais além do spread). "Realizar este processo por conta própria, de forma acertada, implica muito esforço e disponibilidade de tempo. Por outro lado, o desconhecimento pode levar à perda de oportunidade de se obter o melhor o melhor preço e/ou as melhores condições possíveis um crédito à habitação, de acordo com as suas necessidades e perfil económico", alertam os mesmo especialistas.

O que é que faz um intermediário de crédito? 

  • Explica as diferentes opções oferecidas pelo mercado, informando o cliente sobre as condições de cada produto; 
  • Resolve as tuas dúvidas sempre que necessário; 
  • Normalmente, tem condições especiais nas entidades devido ao seu volume de clientes; 
  • Apresenta propostas nos bancos que são adequados para ti; 
  • Ajuda-te a escolher a opção mais conveniente.