Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

função pública suporta quase metade dos cortes até 2014

Autor: Redação

entre este ano e o próximo, o governo vai ter de poupar um total de 4700 milhões de euros no âmbito da reforma do estado, dos quais 46% incidem sobre a função pública. de acordo com o memorando de entendimento entregue pelo executivo à troika de credores internacionais (fmi, bce e comissão europeia) na sequência da sétima avaliação, neste ano haverá uma redução de despesa no valor de 1411 milhões de euros, seguida de nova redução de 3289 milhões de euros em 2014, com um forte ênfase nos cortes da função pública, em termos de funcionários e de salários

o documento, divulgado esta quinta-feira pelo fmi, esclarece que estes cortes, que somam 4700 milhões, incluem uma poupança de 479 milhões neste ano através de saídas de pessoal que não são compensadas com entradas, cita o jornal público