Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Rumores

Autor: Redação

Desempregados que antecipem reforma também serão penalizados: A proposta de decreto-lei que altera as regras de acesso à pensão a partir do próximo ano (e aumenta a idade de reforma para 66 anos) mantém a possibilidade de os desempregados pedirem a reforma antecipada, desde que cumpram um conjunto de requisitos, nomeadamente estarem no desemprego há mais de um ano e a receber subsídio. Mas se no caso do desemprego involuntário não há qualquer alteração no regime em vigor, já os desempregados que rescindiram por acordo e tiveram direito a subsídio verão o valor da sua pensão baixar por via do aumento da idade da reforma. (Público)

Custo real dos “swaps” pode ultrapassar 2,5 mil milhões: Os contribuintes têm uma fatura pendente por causa dos contratos de gestão de risco – os chamados “swap” – de valor superior a 2,5 mil milhões de euros até 2030. Segundo o Dinheiro Vivo, o Governo e as empresas públicas já pagaram mil milhões de euros para cancelar contratos com perdas potenciais de 1,5 mil milhões (despesa efetiva para os contribuintes já vai em 500 milhões de euros), mas ainda falta arranjar uma solução para os restantes contratos ruinosos, cujas perdas podem ir até 1,5 mil milhões. (Dinheiro Vivo)

Principais grupos de media perderam 117 milhões: Em cinco anos, entre 2007 e 2012, os sete principais grupos de media portugueses - Zon Multimédia, Impresa, Media Capital, RTP, Cofina, Renascença e Sonaecom - perderam 117 milhões de euros em volume de negócios. O número consta de um estudo realizado pelo Centro de Estudos de Gestão e Economia Aplicada (CEGEA) da Universidade Católica do Porto, que fez uma caracterização do setor tendo por base os principais indicadores económicos. Durante este período, os referidos grupos de media responderam à quebra de receitas com restruturações que levaram ao corte de 945 empregos. (Diário Económico)

Artigo visto em
(idealista news)