Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Antigo Museu da Rádio convertido em casa de luxo no coração de Lisboa

Vanguard promove novo projeto residencial no antigo palacete do século XIX, localizado na zona da Lapa.

Lapa One começa a ser mostrado aos potenciais compradores no primeiro trimestre de 2021. / Vanguard Properties
Lapa One começa a ser mostrado aos potenciais compradores no primeiro trimestre de 2021. / Vanguard Properties
Autor: Redação

O setor da promoção imobiliária parece que não se dá por vencido em Portugal e, em plena pandemia da Covid-19, continuam a somar-se novos projetos ao mercado residencial. Agora, ficou a saber-se que o antigo palacete do século XIX onde, em tempos, esteve instalado o Museu da Rádio da RDP, a antiga Emissora Nacional, na zona da Lapa, em Lisboa, vai ser transformado numa habitação unifamiliar de luxo. O projeto está a ser levado a cabo pela Vanguard Properties, que soma vários projetos de alto standing no país.

Vários salões, piscina, garrafeira com zona de degustação e salas de cinema e jogos ou um jardim com mais de 600 metros quadrados (m2) são algumas das “mordomias” deste projeto na Rua do Quelhas, promovido pela empresa do milionário francês Claude Berda.

“O custo do investimento no Lapa One é da ordem dos 25 milhões de euros, incluindo terreno e obras. O projeto vai ser submetido à Câmara Municipal de Lisboa e esperamos começar as obras em 2021” , disse ao Expresso José Cardoso Botelho, diretor-geral da Vanguard, considerada um dos maiores investidores estrangeiros em Portugal.

A comercialização do imóvel com mais de 2.800 metros quadrados de área será efetuada através de leilão por carta fechada. Com um preço de venda do metro quadrado em torno dos 10 mil euros, o valor final desta moradia poderá situar-se entre os 28 milhões e os 30 milhões de euros, um valor que é um verdadeiro recorde (unitário) e que não tem equivalente no centro histórico da capital, segundo escreve o semanário. 

“Como o objetivo é uma moradia unifamiliar, queremos que alguns detalhes decorativos sejam já tratados com o comprador”, acrescenta Cardoso Botelho, adiantando que o projeto vai começar a ser mostrado aos potenciais compradores já no primeiro trimestre de 2021, dizendo o jornal que Vanguard foi já contactada por um interessado de origem brasileira e ainda um inglês, que procuram uma moradia de grandes dimensões em Lisboa.