Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Prémios de arquitetura Mies van der Rohe: Portugal com 22 projetos

Edifício Castilho 203, em Lisboa, e a Casa de São Roque, no Porto, são duas das obras que vão representar Portugal no concurso.

Prémios Mies van der Rohe
Prémios Mies van der Rohe
Autor: Redação

Em 2022, Portugal leva 22 projetos a concorrer ao Prémio de Arquitetura Contemporânea da União Europeia, o Prémio Mies van der Rohe. Estes fazem parte das 532 obras nomeadas que representam 41 países e 73 cidades. Os vencedores vão ser anunciados em abril do próximo ano.

Na primeira fase de seleção – anunciada em fevereiro – Portugal já contava com 19 projetos a concurso, construídos entre outubro de 2018 e abril de 2020. E, no passado dia 9 de setembro de 2021, a organização avançou que a estes somam-se mais três: a Casa de Saúde Rainha Santa Isabel (Condeixa, Coimbra), a nova biblioteca e arquivo municipal de Grândola e o novo percurso acessível à Basílica da Estrela, em Lisboa.

Estas últimas obras portuguesas anunciadas integram-se num grupo de 85, que foram desenvolvidas entre novembro de 2020 e abril de 2021, e que agora entram na corrida ao Prémio Mies van der Rohe, segundo referiu a Comissão europeia e a Fundação Mies van der Rohe em comunicado.

Portugal é o sexto país que leva mais projetos a concurso, numa lista liderada pela vizinha Espanha, que conta com um total de 31 obras. Esta edição marca também a estreia de três países: a Arménia, a Tunísia (ambas com 3 obras) e a Moldávia (com apenas uma).

Será nesta iniciativa que vão ser colocados em destaque os desafios atuais do setor da arquitetura e construção, com um olhar atento para as mudanças climáticas, para a poluição, digitalização e a explosão demográfica. "O Prémio Mies da UE, como resultado de uma poderosa rede europeia de pessoas, mostra que a qualidade pode ser entendida de muitas formas diferentes, mas que sempre tem que estar relacionada com os desafios atuais com o meio ambiente e fazer com que as cidades e a infraestruturas sejam mais sustentáveis ​​e resilientes", considerou Anna ramos, diretora da Fundação Mies van der Rohe, citada na publicação.

No início do próximo ano, esta lista vai ser reduzida a 40 projetos e depois a cinco finalistas. Os vencedores serão conhecidos em abril de 2022. A obra vencedora do EUMiesAward 2022 deverá receber o prémio de 60.000 euros. O melhor trabalho emergente deverá receber 20.000 euros.

Estas são 10 obras que vão representar Portugal no EUMiesAward 2022 das 22 nomeadas:

Casa de Saúde Rainha Santa Isabel (Condeixa, Coimbra)

Casa de Saúde Rainha Santa Isabel
Casa de Saúde Rainha Santa Isabel (Condeixa, Coimbra) / Maria Bicker

Carnival Arts Center, Torres Vedras

Carnival Arts Center
Carnival Arts Center, Torres Vedras / Paulo Catrica

Horta City Seafront Requalification, Açores

Horta City Seafront Requalification
Horta City Seafront Requalification, Açores / Filipe Gonçalves

Dodged House 

Dodged House Project
Dodged House / Dylan Perrenoud

Wine Tourism Building, Quinta da Aveleda, Penafiel

Wine Tourism Building, Quinta da Aveleda
Wine Tourism Building, Quinta da Aveleda, Penafiel / Fernando Guerra

Typography of Tale

Typography of Tale Project
Typography of Tale / Fernando Guerra, FG+SG

Casa São Roque – Art Center, Porto

Casa São Roque – Art Center
Casa São Roque – Art Center, Porto / Alexander Bogorodskiy

Chestnut House, Valeflor

Chestnut House
Chestnut House, Valeflor / José Campos

Castilho 203, Lisboa

Castilho 203
Castilho 203, Lisboa / ARX

Pavilion House

Pavilion House project
Pavilion House por Andreia Garcia Architectural Affairs + Diogo Aguiar Studio / Fernando Guerra