Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Construção: insolvências diminuem 17% e setor quer recuperar 70 mil postos de trabalho

Setor da construção e do imobiliário são dos mais afetados pela crise.
Autor: Redação

O número de insolvências na construção e imobiliário diminuiu para quase metade em 2013, face a 2012 (diminuíram 17%), e o setor pretende recuperar 70 mil postos de trabalho este ano, se o Governo cooperar. “Estes dados, além de atestarem de forma clara que o processo de ajustamento do setor se encontra, há muito, concluído, comprovam o esforço levado a cabo pelo tecido empresarial para suster os efeitos daquela que é a pior crise de que há registo nesta atividade”, referiu, em comunicado, a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN).

De acordo com o Diário de Notícias, que cita o comunicado da entidade, os últimos 12 anos foram marcados por ininterruptas perdas de produção, com o setor a registar uma quebra real e acumulada de 54% da atividade desde 2002. Em 2013, no entanto, o número de empresas do setor que encerraram terá diminuído para cerca de 7.000, contra os 13.000 de 2012, o que traduz uma evoluçãoainda mais favorável que a registada para o conjunto da economia, que evidencia uma melhoria de 9,7%” no número de falências.

A AICCOPN considera que a construção e o imobiliário estão “a dar o seu contributo para o ténue processo de recuperação económica e de captação do investimento que a economia começa a apresentar”, mas alerta para o facto de persistirem “riscos e obstáculos importantes que cabe ao Governo eliminar”.