Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mercado imobiliário residencial só deve recuperar em 2014

Negócio da compra e venda de casas está “bem menos negativo” que nos últimos três anos.
Autor: Redação

O relatório de outubro da Portuguese Housing Market Survey (PHMS) – produzido pelo Royal Institution of Chartered Surveyors (RICS) e pela Confidencial Imobiliário (CI) – concluiu que o negócio da compra e venda de casas está “bem menos negativo” que nos últimos três anos, apesar de ainda ser “cedo para falar de uma recuperação” do mercado, o que só deverá acontecer no próximo ano.

Segundo o relatório do inquérito mensal, que reuniu 150 inquiridos, a evolução do mercado de compra e venda de casas mostrou-se “bem menos negativa que a observada ao longo dos três anos de realização deste inquérito”. Citado pelo Jornal de Negócios, Josh Miller, economista do RICS, referiu que apesar dos sinais de “estabilização no mercado de compra e venda” e dos resultados serem “encorajadores, será preciso esperar até 2014 para se poder falar de uma recuperação do mercado imobiliário residencial”.

Já Ricardo Guimarães, diretor da Ci, adiantou que os “potenciais compradores estão ainda preocupados com riscos relacionados com os preços e continuam à procura de bons negócios”.

No que diz respeito ao mercado de arrendamento, o relatório concluiu que o registo continuou a ser de abrandamento, com a “procura por parte dos arrendatários a evidenciar estagnação”. “[As rendas continuaram a cair e as expectativas mantêm-se negativas para o próximo trimestre, ainda que em menor grau do que o observado há seis meses”, lê-se no documento.