Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Edifício Emporium na Baixa do Porto foi sucesso de vendas e tem lista de espera para revendas

Condomínio residencial de luxo, que ainda está a ser construído, já só tem disponível uma penthouse no valor de 1,2 milhões de euros.

Predibisa/JLL
Predibisa/JLL
Autor: Elisabete Soares (colaborador do idealista news)

O emblemático Edifício Emporium, localizado na Rua Sá da Bandeira, Baixa do Porto, que está a ser transformado num condomínio residencial de luxo pelo empresário Alexandre Quintas e Sousa, em conjunto com dois sócios, tem a comercialização dos 23 apartamentos praticamente concluída, confirmando a forte procura que o mercado residencial da Invicta está a registar, nomeadamente a nível de segmento alto.

“Foi um enorme sucesso de vendas, havendo uma lista de espera para eventuais revendas”, conta ao idealista/news Joana Lima, responsável da Predibisa, que em conjunto com a JLL, conduziu a comercialização do empreendimento.

Neste momento, acrescenta, “só temos disponível a peça mais exclusiva do Emporium, um singular T4 na penthouse, com uma sala circular no cunhal do edifício e uma ampla varanda ao longo de todo o apartamento”. Em causa está um apartamento com 195 metros quadrados (m2), mais 36 m2 de varanda, e que custa 1,2 milhões de euros, de acordo com a informação comercial disponível no site das mediadoras responsáveis pela comercialização.

Predibisa/JLL
Predibisa/JLL

Clientes nacionais e estrangeiros

Constituído por quatro casas com tipologias T1, 6 T2 e 12 T3, com áreas que variam entre os 79 m2 e os 240 m2, o edifício Emporium apresentava, no final de maio de 2019, valores de venda a partir dos 330.000 euros. Ou seja, os preços médios de venda rondavam os cinco mil euros/m2.

De acordo com Joana Lima, os futuros ocupantes do edifício Emporium são “clientes nacionais e estrangeiros que pretendem residir na Baixa e que aqui encontraram reunidas condições de excelência”.

Os clientes foram também seduzidos pelo facto de estar em causa um “condomínio fechado num edifício emblemático”, com “um exclusivo e luxuriante jardim com mais de 800 m2 e uma garagem privativa, localizado na bonita rua de Sá da Bandeira a uns passos de todo o comércio e vida cosmopolita que a Baixa proporciona”, indica.

A par disto, também pesaram a favor “as opções do promotor ao nível da dimensão dos apartamentos e acabamentos escolhidos: mármores, madeira maciça, cozinhas e eletrométricos topo de gama, que fazem do Emporium um dos projetos mais valorizados e reconhecidos do Porto, onde se perspetiva uma interessante valorização”.

Predibisa/JLL
Predibisa/JLL

Projeto misto, também com comércio e estacionamento

Além da componente de habitação, o edifício Emporium terá três espaços comerciais – tem uma outra loja arrendada à Confeitaria Cunha -, e uma garagem pública, com entrada pela Sá da Bandeira, com 150 lugares de estacionamento, sendo esta, segundo os promotores do projeto, uma mais-valia para esta zona da cidade.

Sendo este edifício um dos mais carismáticos da zona, o imóvel foi projetado pelo arquiteto José Porto e mandado construir, em 1948, - para ser um empreendimento de rendimento -, pela sociedade José Oliveira & Filhos, fundador da Riopele. Mais tarde foi comprado pelo grupo RAR, que agora o vendeu à sociedade Emporium 658 - Investimentos Imobiliários, Lda., que está a promover o atual projeto.

A renovação do imóvel iniciou-se em fevereiro de 2019, prevendo-se a conclusão no mês de abril de 2020.