Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Construção nova em Lisboa em pandemia: Majestic Residence traz 99 casas ao Alto dos Moinhos

Condomínio privado nasce pela mão da Lusipark Gestão e Promoção Imobiliária, SA e a comercialização está a cargo da Century 21 Portugal.

Century 21 Portugal
Century 21 Portugal
Autor: Redação

A construção nova em Lisboa não parou com a pandemia da Covid-19, o que comprova que o setor imobiliário se manteve (e mantém) resiliente à crise pandémica. Um dos empreendimentos que vai sair do papel é o Majestic Residence, no Alto dos Moinhos, um condomínio privado com 99 apartamentos, de tipologias T1 a T5, que tem como promotor a Lusipark Gestão e Promoção Imobiliária, SA, estando a construção a cargo da Constarte Construções SA, sociedades que incorporam o Grupo Constarte.

Segundo a Century 21 Portugal, responsável pela comercialização do imóvel, o Majestic Residence tem a “assinatura do conceituado atelier Miguel Esteves Arquitectos” e apresenta-se como “uma solução habitacional perfeita para famílias que não abdicam de níveis superiores de conforto e qualidade de vida, quando optam por habitar na capital”. A mediadora imobiliária destaca, em comunicado, que “o complexo residencial foi pensado para proporcionar níveis elevados de qualidade e conforto absoluto a quem pretende viver na cidade, mas privilegia um estilo de vida saudável, tranquilo e em envolvente natural”. 

Century 21 Portugal
Century 21 Portugal

“Os apartamentos têm pavimentos em madeira de carvalho, nogueira ou mármore, paredes das cozinhas e casas de banho revestidas a mármore, portas de alta segurança na entrada com revestimento acústico e térmico, roupeiros lacados a branco com iluminação led interior, ar condicionado em todas as divisões, aquecimento de pavimento radiante a água e sistema de domótica para controlo de equipamentos de iluminação e de segurança (...). As cozinhas são totalmente equipadas com móveis e eletrodomésticos de gama alta, pavimentos em mármore ou em madeira tratada, iluminação led encastrada no teto e iluminação suspensa nas cozinhas em ‘ilha’”, lê-se na nota enviada às redações pela Century 21 Portugal.

“Varandas generosas” e muito mais

De acordo com a imobiliária, a maioria dos apartamentos tem “varandas generosas, bem como terraços de cobertura ou adjacentes à fração, jardins privativos das fracções localizadas no piso zero, com áreas francamente amplas no interior e jardins envolventes de uso privado do empreendimento”. “As varandas ou terraços têm acabamentos em madeira tipo deck e os terraços estão equipados com jacuzzi exterior ou piscina”, adianta, salientando que “todos os apartamentos têm estacionamento privativo em garagem, com espaço para automóveis e bicicletas, um posto de carregamento de carro elétrico por fracção e arrecadação”.

De referir que é existe a possibilidade de adquirir um apartamento totalmente decorado e equipado, bastando escolher o ambiente que melhor se adequa ao estilo e às exigências dos clientes. 
 
Sem revelar os preços dos imóveis, a Century 21 Portugal adianta que o condomínio privado tem à disposição um espaço de SPA com sala de massagens, sauna, banho turco, ginásio e espaço exterior para prática de yoga.

Century 21 Portugal
Century 21 Portugal

“Um dos pontos mais atrativos do empreendimento são os jardins, que envolvem uma pista de jogging, zona de esplanada decorada com mobiliário de exterior e uma área lounge com camas balinesas. Para as atividades de lazer foram criadas as piscinas exteriores para adultos e crianças, espaço para barbeque, parque infantil e sala de cinema privativa. Os moradores têm à disposição uma sala privada para realização de eventos, sala de reuniões, salão privado de jogos e sala de babysitting”, lê-se no documento.

Para Ricardo Sousa, CEO da Century 21 Portugal, o “empreendimento é uma excelente oportunidade para as famílias desfrutarem de um bairro da capital, que tem vindo a comprovar que é possível manter o equilíbrio entre as necessárias soluções habitacionais e a envolvente ambiental do edificado”. “Estamos bastante entusiasmados com as sinergias que podemos criar para a venda deste conceito de habitação, através da nossa rede imobiliária nacional e internacional”, comenta.

António Bacelar, administrador do Grupo Constarte, frisa que o Majestic Residence foi “concebido para ser um marco de referência na habitação de alta qualidade em Lisboa”, um projeto que “remonta ao início do século 21” e que pode, finalmente, “ser tornado realidade”. “O investimento no Majestic Residence traduzirá um conforto inigualável nos seus apartamentos, paisagismo de excelência e lazer, num empreendimento único”, conclui.