Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Century 21

Últimas notícias sobre "Century 21" publicadas em idealista.pt/news

Mediação imobiliária finta a pandemia: negócio da Century 21 Portugal cresce no 1º semestre

O que mudou no negócio da mediação imobiliária em Portugal num ano, entre o primeiro semestre de 2021 e os primeiros seis meses de 2020? Os dados revelados esta sexta-feira (30 de julho de 2021) pela Centrury 21 Portugal mostram que o setor se manteve resiliente à pandemia da Covid-19. A faturação da empresa e o volume de negócios cresceram e, segundo Ricardo Sousa, CEO da rede, “superaram as expectativas”.

Notícia sobre:

Casa e pandemia, o que muda? Impacto do confinamento à lupa

Que casa gostariam de ter os portugueses no pós-pandemia e depois de terem ultrapassado dois confinamentos? O que mudou nos seus requisitos na hora de comprar ou arrendar casa? O estudo “Impacto da Covid-19 nos critérios da habitação em Portugal”, realizado pela mediadora Century 21 Portugal (C21), procura dar resposta a estas e outras questões. Uma coisa é certa, a cultura de ser proprietário está de pedra e cal, visto que quase nove em cada 10 pessoas preferem comprar casa.

Notícia sobre:

“Mais de 60% das transações imobiliárias são uma consequência de alterações da estrutura familiar”

Que ilações há a retirar da pandemia na mediação imobiliária? Segundo Ricardo Sousa, CEO da Century 21 Portugal, mais de 60% das transações devem-se a alterações familiares.

Notícia sobre:

Baixa do Porto vai ter uma nova “alma” – vão nascer 16 casas com estilo “eco” minimalista

Alma da Baixa é o nome do mais recente empreendimento habitacional sob alçada da Predibisa e da Century 21. Situado no coração do Porto, este projeto inclui a edificação de 16 apartamentos com um estilo “eco” minimalista, que alia o sentido estético contemporâneo à funcionalidade. O valor do investimento ronda os 3,5 milhões de euros.

Notícia sobre:

Faturação da Century 21 Portugal sobe 4,5% para 49 milhões apesar da pandemia

Num ano marcado pela pandemia, a rede imobiliária Century 21 Portugal conseguiu aumentar a faturação 4,5% para 49 milhões de euros. O volume de negócios mediado diretamente pela rede e em partilha com outros operadores registou um ligeiro aumento de 1,6 %, para 1.977.845.908, um indicador que “também reflete o contexto geral do mercado”, segundo a imobiliária.

Notícia sobre:
Century 21 Portugal

Construção nova em Lisboa em pandemia: Majestic Residence traz 99 casas ao Alto dos Moinhos

A construção nova em Lisboa não parou com a pandemia da Covid-19, o que comprova que o setor imobiliário se manteve (e mantém) resiliente à crise pandémica. Um dos empreendimentos que vai sair do papel é o Majestic Residence, no Alto dos Moinhos, um condomínio privado com 99 apartamentos, de tipologias T1 a T5, que tem como promotor a Lusipark Gestão e Promoção Imobiliária, SA, estando a construção a cargo da Constarte Construções SA, sociedades que incorporam o Grupo Constarte.

Notícia sobre:

Cedros Lux Design, um edifício com 19 apartamentos que dará vida a um “bairro histórico” do Porto

O Cedros Lux Design, um novo empreendimento localizado numa das zonas mais privilegiadas do Porto – encontra-se a poucos metros da icónica Avenida Dr. Antunes Guimarães, a 500 metros do IPAM, a 200 metros da faculdade ISAG e a 300 metros da AEP –, está a ser comercializado pela Century 21 Portugal. Trata-se de um edifício de cinco pisos com 19 frações de diversas tipologias, desde T1 a T3.

Notícia sobre:

Century 21 vai lançar empreendimentos "especiais" na maior feira imobiliária do país

Apesar do contexto atual provocado pela pandemia, a Century 21 Portugal decidiu reforçar o seu "compromisso com a promoção do setor imobiliário nacional" e manter a sua presença no Salão Imobiliário de Portugal (SIL). A imobiliária terá um stand e uma plataforma digital que permite efetuar reuniões e realizar apresentações virtuais, estando a preparar-se, inclusive, para lançar vários empreendimentos "especiais" naquela que é a maior feira imobiliária do país.  

Notícia sobre:

“Preços de venda das casas são pouco elásticos e atualmente verificamos que estão muito estáveis”

A pandemia da Covid-19 surgiu em Portugal – e no mundo – sem pedir licença, estando a deixar a sua marca em vários setores de atividade. E o imobiliário não foge à regra. Os dados divulgados pela Century 21 (C21) Portugal, relativos ao primeiro semestre do ano, são, no entanto, “mais positivos” do que o estimado. Ricardo Sousa, CEO da empresa, diz ao idealista/news que “ainda é cedo para ter indicadores claros sobre o impacto da pandemia no setor”, explicando ainda que "nos imóveis residenciais os preços de venda são pouco elásticos e atualmente estão muito estáveis”.

Notícia sobre:

Imobiliária Century 21 fatura mais de 19 milhões (já) em tempos de pandemia

A faturação da mediadora imobiliária Century 21 (C21) superou os 19 milhões de euros no primeiro semestre de 2020, menos que os 20,5 milhões registados no período homólogo. Uma queda que é justificada com o impacto da pandemia da Covid-19, tendo também recuado o volume de negócios em que a rede esteve envolvida – considerando também a partilha de transações com outros operadores: passou de 869,7 milhões em 2019 para 800 milhões nos primeiros seis meses do ano. Trata-se de um decréscimo de 7% em ambos os indicadores, revela a C21 em comunicado, adiantando que as tipologias de imóveis mais procuradas pelos portugueses continuam a ser T2 e T3.

Notícia sobre: