Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Tribunal ordena fecho do Apolo 70, o mais antigo 'shopping' de Portugal

Espaço está encerrado por tempo indeterminado na sequência de um litígio judicial entre a concessionária e a proprietária do edifício.

Shopping Apollo 70
Creative commons
Autor: Lusa

O centro comercial mais antigo de Portugal, o Apolo 70, fechou as portas por tempo indeterminado devido a uma ordem judicial, executada na tarde do passado sábado (dia 3 de julho de 2021) por quatro agentes da PSP, segundo testemunhou a agência Lusa no local.

Segundo fonte da PSP, o espaço está encerrado por tempo indeterminado, na sequência de um litígio judicial que opõe a empresa concessionária do espaço, a Companhia Proprietária de Estabelecimentos Vários, COPEVE, e o proprietário do edifício onde o centro comercial está instalado.

Um dos funcionários de uma das lojas afirmou à agência Lusa que só a farmácia irá permanecer a funcionar com atendimento no exterior, estando os restantes espaços comerciais fechados e os arrendatários impedidos de lhes aceder.

Naquela tarde, era visível o movimento de funcionários da farmácia a retirarem caixas de medicamentos.

A agência Lusa tentou entrar no centro comercial, mas o agente de execução não autorizou nem se mostrou disponível para falar sobre este caso, contudo conseguiu chegar à fala com uma funcionária de uma das lojas, que se mostrou surpreendida, não pelo despejo, mas pela falta de aviso por parte da COPEVE.

“Já há muitos anos que se sabe que um dia isto iria acontecer. Não estávamos à espera que acontecesse de um dia para o outro. Não fomos alertados pela proprietária do 'shopping'", disse à Lusa Filomena Cerqueira, adiantando que apenas três lojas não estavam arrendadas.

"Pelo que sabemos, a COPEVE já não paga a renda do espaço há muito tempo, apesar de continuarmos a pagar-lhes. Também sabemos que a senhoria nunca quis ficar com espaço, já que não recebe o dinheiro das rendas, e que o queria vender”, acrescentou.

Segundo esta funcionária, apenas na sexta-feira soube da ação de despejo, após ter sido notificada pelo agente de execução quando chegou ao local.

“Todas as lojas foram fotografadas, seladas individualmente. Recebemos um documento para ir buscar o material no próximo dia 10 (sábado)”, disse.

Com uma área inicial de três mil metros quadrados e inaugurado em 1971, o Apolo 70 é um dos ‘ex-líbris’ de Lisboa e foi o primeiro centro comercial do país.

Nos últimos anos, permanecia como um centro de comércio na zona, apesar da proximidade de outros centros comerciais mais modernos.