Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Arrendar quarto Lisboa

Últimas notícias sobre "Arrendar quarto Lisboa" publicadas em idealista.pt/news

Gtres

Arrendar quarto em Portugal custa em média 254 euros por mês, mais 6,7% que há um ano

A procura por quartos para arrendar em Portugal disparou no último ano, tendo o número de pesquisas realizadas duplicado. A acompanhar este crescimento estão os preços, já que arrendar um quarto custa em agosto deste ano, em média, 254 euros, mais 6,7% que no mesmo mês de 2017. Em causa estão dados do relatório anual de arrendamento de quartos realizado pelo idealista. 

Notícia sobre:

Preço dos alojamentos para estudantes dispara: arrendar um quarto já custa mais de 500 euros

Os estudantes universitários têm cada vez mais dificuldade em encontrar alojamentos a preços acessíveis. Uma tendência que se deve manter, já que a procura é elevada e a oferta escassa. Arrendar um quarto já chega a custar mais de 500 euros em Lisboa e no Porto. 

Notícia sobre:

Estudantes de Lisboa exigem criação de mais residências universitárias

Um estudo promovido pela Federação Académica de Lisboa (FAL) alerta para a falta de residências universitárias na capital. Isto numa altura em que arrendar casa ou quarto é cada vez mais caro. O alerta surge no “Livro Negro do Ensino Superior”, título de um estudo – apresentado esta quinta-feira (5 de abril) – feito com base num inquérito aos alunos das várias universidades de Lisboa.

Notícia sobre:

Rendas de estudantes em Lisboa são 120 euros mais caras que no Porto

Arrendar quarto (ou casa) em Lisboa sai mais caro às carteiras dos estudantes. Quer isto dizer que viver na capital custa, em média, mais 120 euros que no Porto. A conclusão é do Relatório do Mercado de Arrendamento a Estudantes 2017, divulgado pela Uniplaces. A plataforma online revelou ainda que o número de reservas em Portugal registou um aumento de 37% ao longo do último ano.

Notícia sobre:

Uniplaces gerou 100 milhões em rendas desde 2012

A Uniplaces, plataforma online para alojamento de estudantes universitários, gerou 100 milhões de euros em rendas para proprietários e senhorios de seis países europeus (Portugal, Espanha, Itália, França, Alemanha e Reino Unido) que colocam as suas habitações para arrendamento através do site. Um número a ter em conta tendo em conta que a startup foi lançada em 2012.

Notícia sobre:

Alojamentos para estudantes: faltam mais de 13.000 camas em Lisboa, Porto e Coimbra

Há cada vez mais estudantes estrangeiros em Portugal – o número cresceu 120% desde 2010 –, mas a oferta de alojamento ainda é insuficiente. Segundo o estudo “Portugal Student Housing”, desenvolvido pela JLL em parceria com a Uniplaces, estima-se que faltem entre 13.000 e 18.000 camas em Lisboa, Porto e Coimbra para hospedar estes jovens.

Notícia sobre:

Investidores imobiliários de residências para estudantes reúnem-se em Lisboa

Encontrar casa para arrendar – e a preços acessíveis – está a ficar cada vez mais difícil. Que o digam os estudantes, a enfrentar dificuldades um pouco por todo o país, graças à pressão turística e ao aumento da procura imobiliária. Um desafio para os estudantes, uma oportunidade para investidores e para o mercado de residências universitárias. Em novembro, Lisboa será palco de uma conferência internacional que pretende discutir e melhorar a forma como os estudantes vivem na Europa.

Notícia sobre:

Alerta estudantes: as melhores freguesias de Lisboa para arrendar casa são...

A capital continua a receber estudantes vindos de todos os distritos do país, depois de terem sido divulgados os resultados da 1ª fase de candidaturas ao ensino superior. A verdade é que encontrar a casa perfeita - e a um preço razoável - pode ser uma verdadeira dor de cabeça. A pensar nisso, e nas dificuldades que poderás encontrar, vamos apresentar-te as freguesias de Lisboa onde arrendar casa sai mais barato.

Notícia sobre:
Gtres

Arrendar um quarto em Portugal é 8% mais caro que há um ano

Portugal é um país de proprietários, mas o mercado de arrendamento parece estar mais dinâmico, sobretudo entre os jovens. Os preços dos quartos, esses, também estão a subir. Segundo um estudo realizado pelo idealista, arrendar um quarto é hoje 8% mais caro que há um ano (face a agosto de 2016), com o preço médio mensal em Portugal a fixar-se nos 238 euros.

Notícia sobre: