Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Aumento de rendas

Últimas notícias sobre "Aumento de rendas" publicadas em idealista.pt/news

Associação de proprietários lança serviço de apoio ao negócio das casas para turistas

A Associação Lisbonense de Proprietários (ALP) está a preparar o lançamento, no curto prazo, de um gabinete de apoio aos proprietários que queiram investir no negócio do alojamento local. A ideia é prestar um serviço global, a vários níveis, como a tramitação legal de reconversão do imóvel de um arrendamento tradicional para casas para turistas, bem como de gestão das plataformas de alojamento de curta duração, preparação do imóvel e receção de hóspedes.

Notícia sobre:

Aumentos de rendas: inquilinos idosos e lojas históricas protegidos até 2027

Os inquilinos idosos - com mais de 65 anos e com um contrato de arrendamento da casa antigo - podem respirar de alívio. O chamado período transitório que limita a subida brusca das rendas vai beneficiar de um alargamento de mais 10 anos. Isto significa que em vez de acabar para o ano, irá estar em vigor até 2027.

Notícia sobre:

Lisboa: rendas estão mais caras, há menos casas e o alojamento local ganha força

As rendas não param de subir em Lisboa, uma tendência que se verifica desde 2014. A oferta está a diminuir e a procura permanece estável e os senhorios preferem o arrendamento de curta duração a estrangeiros, que é mais rentável. Já para os jovens portugueses, arrendar casa no centro da cidade é cada vez mais complicado.

Notícia sobre:

Lisboa: rendas de lojas de luxo aumentam 30% na Rua Augusta e 11% na Av. da Liberdade e Chiado

As rendas de lojas de luxo nas principais zonas de Lisboa aumentaram substancialmente em 2015 face ao ano anterior. A maior subida verificou-se na Rua Augusta (30%), com as rendas a atingirem os 70 euros por m2 por mês. Seguem-se Avenida da Liberdade e Chiado, com aumentos na ordem dos 11%. Um cenário que também se registou no Porto.

Notícia sobre:

Deco Alerta: Vives numa casa arrendada e o senhorio quer aumentar a renda? Conhece os teus direitos

O aumento de rendas em contratos de arrendamento anteriores a 1990 é o 86º tema da Deco Alerta. Destinada a todos os consumidores em Portugal, esta rubrica semanal é assegurada pela Deco - Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor para o idealista/news.

Notícia sobre:

Proprietários e inquilinos contra aumento de rendas em 2016

Proprietários e inquilinos estão contra o sistema de atualização das rendas, que estipulou um aumento de 0,16% para 2016. Os senhorios argumentam que “o valor é baixíssimo” e os arrendatários defendem que não deve ser aplicado qualquer aumento.

Notícia sobre:

Arrendamento: setor reclama medidas fiscais ao próximo Governo para animar mercado

Evitar duplas tributações ou permitir a dedução do IMI da casa arrendada no IRS são algumas das medidas fiscais que o setor do imobiliário pede ao próximo Governo para dinamizar o arrendamento em Portugal. Com a crise, que reduziu o crédito à habitação, a par da nova lei das rendas, o setor animou e agora o setor não quer perder terreno - sobretudo num momento em que a banca voltou a abrir a torneira do financiamento para a compra de casa.

Notícia sobre:

Rendas sobem 0,16% em 2016. Aumento “nem dá para os selos”, queixam-se os proprietários

Os senhorios podem aumentar as rendas no próximo ano, mas a subida será quase nula, de 0,16%. Numa renda de 500 euros, a subida só pode ser de 80 cêntimos. “Não dá sequer para o selo e registo da carta [a enviar ao inquilino a solicitar o aumento de renda]”, criticou o presidente da ANP, António Frias Marques.

Notícia sobre:

Rendas devem manter-se estagnadas em 2016

As cerca de 700.000 rendas de casa existentes em Portugal – de acordo com os últimos dados dos Census – devem ter um aumento mínimo ou marginal (entre 0,2% e 0,3%) em 2016, deixam antever os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) relativos à inflação.

Notícia sobre:

Renda média das casas sociais do IHRU aumentou 120% em três anos

O Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU) tem cerca de 12.000 casas de habitação social e anda há três anos a atualizar as rendas, sendo que um terço das mesmas “está abaixo dos 25 euros”, revelou o presidente da entidade, Vítor Reis.

Notícia sobre: