Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Oferta de casas

Últimas notícias sobre "Oferta de casas" publicadas em idealista.pt/news

Lidl e Remax oferecem 8 casas: concurso termina a 14 de novembro

Ter uma casa nova pode estar à distância de um golpe de sorte. Isto porque o Lidl, através do seu programa de fidelização Lidl Plus, e a Remax vão oferecer oito casas num concurso que tem tudo para ser inovador no setor imobiliário. Concurso esse que envolve mais de um milhão de euros. “A decorrer entre os dias 20 de setembro e 14 de novembro, oito clientes do Lidl terão a oportunidade de ganhar um cheque-oferta Remax no valor de 150.000 euros para adquirir um imóvel, na tipologia de moradia ou apartamento, através da imobiliária”, referem as empresas, em comunicado.

Notícia sobre:
Freepik

Viver em Guimarães: um retrato ao imobiliário do berço da nação

Notícia sobre:

16 mil famílias já beneficiam das estratégias locais de habitação

As estratégias locais de habitação entregues por 154 municípios no âmbito do 1º Direito – Programa de Apoio ao Acesso à Habitação abrangem 16 mil famílias, anunciou esta quarta-feira (19 de fevereiro de 2020) o Governo. 

Notícia sobre:

Lisboa precisa de 10 mil novas casas por ano

Os anos passam e a frase “faltam casas em Lisboa” continua a fazer eco. As classes média e média baixa vão sendo, de resto, “empurradas” para a periferia da capital, porque a oferta continua a não ser suficiente para colmatar a elevada procura. Lisboa precisaria de pelo menos 10 mil novas casas por ano para fazer frente às necessidades atuais.

Notícia sobre:

São precisas pelo menos 70.000 novas casas por ano em Lisboa e no Porto, alertam mediadores

Para satisfazer a procura existente em Portugal teriam de ser construídas pelo menos 70.000 casas por ano nas duas principais cidades do país, Lisboa e Porto. O alerta é dado por Luís Lima, presidente da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária em Portugal (APEMIP).

Notícia sobre:

Procura de casa aumenta 30% face a 2013

Mais um sinal de que o setor imobiliário aparenta estar em recuperação. Nos primeiros dois meses do ano, a procura de casa “registou um aumento de 30% face” ao período homólogo. Segundo dados do Gabinete de Estudos da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), a procura de imóveis aumentou 25% em Lisboa e 30% no Porto.

Notícia sobre: