Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crédito à habitação: Portugal com a maior queda de juros da Zona Euro

Gtres
Gtres
Autor: Redação

A taxa de juro média dos novos empréstimos para compra de casa caiu para 2,25% em julho, menos 0,75% que no final do ano passado (3%). É a maior descida da Zona Euro em 2015 em termos proporcionais (25%) e ajuda a explicar a corrida ao crédito à habitação nos últimos meses.

De acordo com o Expresso, Portugal tem juros mais baixos que os três países resgatados, sendo que a queda de 0,75% verificada entre dezembro de 2014 e julho deste ano é a maior descida em termos proporcionais da moeda única  

Os portugueses parecem estar de novo mais interessados em pedir dinheiro emprestado ao banco para comprar casa. Segundo a publicação, que se apoia em dados do Banco de Portugal (BdP), a taxa média dos novos contratos de crédito à habitação caiu para 2,25% em julho, quando no final do ano passado estava em 3%. Esta descida de 0,75% corresponde a uma redução de 25% na taxa que foi a maior entre os países da Zona Euro nestes sete meses, de acordo com as últimas estatísticas do Banco Central Europeu (BCE).

Chipre, com uma descida de 24,8% (1,09 pontos), e França, com 17,3% (0,45 pontos), ocuparam, respetivamente, a segunda e terceira posições no ranking das maiores reduções de taxas entre dezembro e julho.  

Atualmente, Portugal tem a sétima taxa de juro mais baixa no crédito à habitação e bate todos os restantes países resgatados da Zona Euro. A Grécia não tem dados disponíveis para julho deste ano, mas a banca irlandesa está a praticar 3,53% e a cipriota 3,3%. Espanha, que teve apenas um resgate light para a banca, está neste momento ligeiramente abaixo de Portugal, com 2,14% de taxa média nos novos empréstimos concedidos em julho.