Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Messi condenado a 21 meses de prisão preventiva por fraude fiscal

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Lionel Messi, jogador do Barcelona que nos últimos anos disputou a Bola de Ouro com Cristiano Ronaldo, acaba de ser condenado juntamente com o seu pai a 21 meses de prisão suspensa por fraude fiscal. O futebolista argentino terá cometido crimes de evasão fiscal que lesaram o Fisco espanhol na ordem dos 4,1 milhões de euros, entre 2007 e 2009.

Tal como conta a imprensa espanhola, Messi, em sua defesa, afirmou em tribunal que nunca lia os contratos e que essa era uma questão tratada pelo seu progenitor, pois ele só os assinava. Mas esta explicação não convenceu o juíz, não escapando assim à condenação.

O jogador, que recenentemente anunciou que vai abandonar a Seleção Argentina, e o seu pai deverão agora apresentar recurso desta decisão, sendo que a prisão efetiva de qualquer um deles nunca deverá acontecer pois nenhum deles tem antecedentes criminais e a pena não supera os dois anos