Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Construção finta a crise pandémica – foi o único setor a conseguir crescer em 2020

FBCF em construção cresceu 4,8% em 2020 e o VAB do setor foi o único que aumentou, com uma taxa de variação de 3,3%.

Imagem de Jürgen Rübig por Pixabay
Imagem de Jürgen Rübig por Pixabay
Autor: Redação

A crise pandémica levou o Produto Interno Bruto (PIB) de Portugal a afundar 7,6% em 2020, revelou recentemente o Instituto Nacional de Estatística (INE), mas houve um setor que mostrou estar resiliente à pandemia da Covid-19. Falamos da construção, que fintou a crise e cresceu 3,3% no ano passado, o que comprova que as obras – pelo menos muitas – saíram mesmo do papel.

“A FBCF (Formação Bruta de Capital Fixo) em construção destacou-se por manter uma evolução positiva em 2020, com um crescimento de 4,8%, ainda que inferior ao do ano anterior (variação de 7,2%)”, lê-se no boletim publicado pelo INE no dia 26 de fevereiro de 2021.

De acordo com o mesmo, o Valor Acrescentado Bruto (VAB) “do ramo construção foi o único que aumentou em 2020, com uma taxa de variação de 3,3% (5,1% no ano anterior), o que resultou num contributo de 0,1 pontos percentuais para a variação do VAB total”. 

Os bons resultados conseguidos pelo setor devem-se, em boa parte, ao facto das obras não terem parado durante a pandemia, não tendo havido grandes restrições impostas pelo Governo, mesmo nos períodos mais apertados do confinamento, quer o atual quer o do ano passado, em abril.