Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Imobiliárias esperam que Vistos Dourados rendam mil milhões de euros este ano

Autor: Redação

Há cada vez mais cidadãos estrangeiros, sobretudo chineses, interessados em comprar casa em Portugal tendo como objetivo a obtenção de Vistos Dourados (Vistos Gold/Golden Visa) – para tal têm de comprar casas por pelo menos 500.000 euros. Os agentes do setor imobiliário que lidam diretamente com estes processos consideram que os investimentos necessários à obtenção destes vistos podem representar este ano uma injeção de pelo menos mil milhões de euros no mercado.

Segundo o Público, em Portugal já foram atribuídos 787 Autorizações de Residência para Atividade de Investimento (ARI) – os denominados Golden Visa –, sendo que o programa tem sido um pequeno balão de oxigénio para o setor imobiliário do segmento médio-alto e de luxo. 

Citado pela publicação, Nuno Durão, sócio gerente da IRGLux, uma imobiliária afiliada do grupo internacional Fine&Country, dedicado ao segmento de luxo, mostrou-se muito otimista quando a este tipo de negócios imobiliário. Segundo o responsável, a expectativa dos operadores é que em 2014 a fatia do mercado dos Vistos Gold chegue aos mil milhões de euros. “[A única intenção dos clientes chineses é] obterem o visto para poderem circular na Europa”, frisou, adiantando que alguns nunca tinham ouvido falar de Portugal. 

De acordo com Nuno Durão, “os clientes para o Visto Gold gostam de ver o que estão a comprar” e “preferem casas acabadas e normalmente já mobiladas”, sendo que os locais mais procurados para comprar casas acima de 500.000 euros são Lisboa, Cascais, Sintra, Tróia, Algarve, Porto e Douro.