Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Vistos gold: Governo vai manter programa, porque considera-o útil para Portugal

Autor: Redação

A ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, afirmou no Parlamento Europeu, em Bruxelas, que o programa de vistos gold tem sido útil para Portugal, pelo que não há motivos para terminá-lo a curto ou médio prazo. 

Segundo a governante, que respondia a uma questão de um eurodeputado letão, o programa “acabou por estar nas notícias pelas razões erradas”. 

A ministra referiu que o assunto está a ser tratado pelo sistema judicial – foram detidas 11 pessoas – e, relativamente ao programa de atribuições de vistos gold (também conhecidos como vistos dourados e golden visa), disse que o que a experiência mostrou até agora é que o mesmo “permitiu reavivar partes do mercado imobiliário que estavam profundamente deprimidas”. Citada pela Lusa, Maria Luís Albuquerque adiantou que o que se tem “verificado é que o programa para Portugal tem sido útil”, ao dinamizar o mercado e atrair capitais.

Sobre a possibilidade do programa ter apenas um caracter temporário, a ministra revelou que o Governo não tem “um horizonte previsível para que o programa termine”. 

A Operação Labirinto levou à detenção de 11 pessoas, acusadas de estarem envolvidas numa rede de corrupção. Entre os detidos estão o ex-diretor nacional do SEF, Manuel Jarmela Palos, o ex-presidente do Instituto dos Registos e Notariado, António Figueiredo, e a ex-secretária-geral do Ministério da Justiça, Maria Antónia Anes. 

Na sequência das investigações, Miguel Macedo demitiu-se do cargo de ministro da Administração Interna, por considerar que a sua autoridade tinha ficado diminuída. Para o seu lugar entrou Anabela Rodrigues.