Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Os segredos de Diogo e Daniel, os melhores “vendedores de casas” da Remax na Europa

Os consultores imobiliários, inseridos no Siimgroup, faturaram mais de 1 milhão e meio de euros em 2019.

Photo by JESHOOTS.COM on Unsplash
Photo by JESHOOTS.COM on Unsplash
Autor: Redação

Disciplina, dedicação, foco e conhecimento do mercado. São estas as “armas secretas” dos portugueses Diogo Lampreia e Daniel Henriques, nomeados consultores nº 1 da Remax Europa, pelo segundo ano consecutivo. A dupla nacional faturou mais de 1,5 milhões de euros no ano passado – mais 35% que em 2018 – e não espera abrandar o ritmo. Para 2020 a palavra de ordem é crescimento, até porque  “vender” Portugal continua a ser fácil. Ao idealista/news, os “vendedores estrela” revelaram as estratégias para ser um agente imobiliário de sucesso.

Dentro do universo Remax, inseridos no grupo Siimgroup – que se destaca no segmento de luxo –, os dois consultores têm vindo a afirmar as suas capacidades no mercado imobiliário, tendo alcançado ao longo do seu percurso múltiplos galardões. Diogo Lampreia está no negócio há sete anos e Daniel Henriques há quatro, tanto tempo como tem esta parceria.

Conseguiram vender 154 imóveis nas zonas de Lisboa, Cascais, Sintra e Setúbal, ao longo de 2019, e não têm dúvidas de que a zona da capital vai continuar a ser atrativa para os investidores. “Temos muita facilidade em “vender” Portugal e Lisboa aos nossos clientes, por todos os motivos: ótimo clima, gastronomia, segurança, educação e os preços ainda são inferiores aos das grandes capitais europeias”, referem.

Lembram, porém, que se trata de um mercado muito competitivo em que é preciso ter muita disciplina, “ser consistente e persistente”, ter em conta a responsabilidade que é vender o imóvel de alguém e estar totalmente focado.

Partilharam com o idealista/news como é um dia normal de trabalho, as ferramentas que utilizam para chegar ao clientes e quais os seus objetivos para 2020. Reproduzimos a entrevista de seguida, na íntegra.

Há quantos anos se dedicam à atividade imobiliária?

O Diogo já está há 7 anos e Daniel há 4 anos.

São agentes nº1 em Portugal e na Europa. Qual é que é o “segredo” para o sucesso?

Neste mercado, como noutra profissão, é sempre importante a disciplina, a dedicação, ter foco, persistência e nunca desistir. Além disso, ter um grande conhecimento de mercado e estar rodeado de pessoas que nos apoiam e acreditam em nós. No nosso caso, estar inserido no Siimgroup faz toda a diferença, porque este é um Grupo que nos dá liberdade e total apoio para fazer crescer o nosso negócio, para além das ferramentas que precisamos, como o apoio jurídico, o marketing, à gestão de ativos.

Siimgroup
Siimgroup

Quando é que deram início à parceria?

A nossa parceria dura há 3 anos, exatamente o mesmo tempo em que o Diogo estava na rede Siimgroup e já apresentava excelentes resultados. Quando o Daniel entrou foi o nº1 na Linha de Cascais e, tal como outros consultores que já trabalhavam em equipa, decidimos unir-nos para conseguirmos um melhor resultado. Houve desde cedo uma boa relação e ambos tínhamos formas de trabalho semelhantes e por isso a parceria fazia todo o sentido.  Na realidade, os resultados que temos tido ao longo destes anos mostram isso mesmo.

Houve desde cedo uma boa relação e ambos tínhamos formas de trabalho semelhantes e por isso a parceria fazia todo o sentido

Que ferramentas utilizam para “chegar” ao cliente?

O foco é muito importante, onde quer que estejamos estamos sempre atentos e a “trabalhar” e quando surge uma oportunidade “agarramos”. Também trabalhamos muito as redes socias, através do Instagram, Linkedin e com uma página profissional no Facebook, muitas vezes com anúncios pagos, mas a maior parte da promoção é feita de uma forma simples e descontraída na nossa página pessoal. Acreditamos que quanto mais simples e autêntico, mais fácil chegamos ao nosso público.

O foco é muito importante, onde quer que estejamos estamos sempre atentos e a 'trabalhar' e quando surge uma oportunidade 'agarramos'

No entanto, o que mais nos ajuda são as referências dos nossos clientes, o passa-a-palavra é, sem dúvida, a melhor ferramenta de promoção. A satisfação do cliente é fundamental para que o nosso negócio cresça. Depois existem os momentos mais institucionais que ajudam ao contacto de outros clientes como as feiras internacionais de imobiliário, as parcerias estratégicas, etc.

Como seria um dia de trabalho do Diogo e Daniel?

Em termos de tarefas e rotinas... Reunimos logo pela manha (8h00) e durante o pequeno almoço falamos sobre tudo o que seja do nosso negócio: pontos que ficaram pendentes do dia anterior; novos modelos; um potencial clientes ou local; novas ideias de abordagem; enfim... quase um ponto de situação diário, que nos dá o mote para o começo desse dia. De seguida, cada um segue o seu caminho e no final do dia voltamos a falar, apenas para breves acertos. Fazemos visitas, reuniões, etc.. e vamos estando sempre em contacto.  

Faturaram mais de 1 milhão e meio de euros. Que tipo de imóveis mais venderam? E onde?

Vendemos imóveis de todo o tipo, desde prédios acima de 2.000.000.00 euros, moradias acima de 2.000.000.00 e apartamentos. Vendemos casas de 70.000.00, 100.000.00, mas o valor médio talvez seja de 400.000 euros. A localização também varia, vendemos mais em Lisboa, Oeiras, Cascais e Sintra, mas também vendemos no Montijo, Almada, Alcochete e Setúbal, tudo o que seja num raio de 100km - mais do que isso temos que analisar o produto para percebermos se faz sentido.

Qual o perfil de compradores? Mais portugueses ou estrangeiros?

Os nossos clientes são essencialmente nacionais. Temos 30% portugueses, que procuram casa para primeira habitação, e cerca de mais 30% de clientes, também portugueses, mas que são investidores. Depois, temos cerca de 40% que pertencem ao mercado internacional, em que uns procuram para investimento e outros para habitação própria. A nacionalidade é variada: brasileiros, franceses, americanos, canadianos, turcos, chineses e árabes.

Lisboa vai continuar a ser um pólo atrativo de investimento?

Sem dúvida. Lisboa continua e vai continuar a ser atrativa para os investidores, temos muita facilidade em “vender” Portugal e Lisboa aos nossos clientes, por todos os motivos: ótimo clima, gastronomia, segurança, educação e os preços ainda são inferiores aos das grandes capitais europeias.

Lisboa continua e vai continuar a ser atrativa para os investidores, temos muita facilidade em “vender” Portugal e Lisboa aos nossos clientes

Quem são hoje em dia os grandes concorrentes dos agentes imobiliários (no sentido tradicional do termo) e como se combatem?

Os grandes concorrentes dos agentes imobiliários são os proprietários que optam por vender sem recorrer a uma agência. No entanto, estamos num momento de “viragem” de mercado em que é preciso ter um grande conhecimento desse mesmo mercado, ter um bom apoio jurídico, ter formação e técnicas que só quem está neste negócio conhece para que se consiga vender ao preço correto.

Os grandes concorrentes dos agentes imobiliários são os proprietários que optam por vender sem recorrer a uma agência

Para se combater isso é preciso continuarmos a ser cada vez mais exigentes com o nosso trabalho, sermos profissionais de forma a apresentar um serviço de excelência ao cliente. Mostrando que estamos ao lado dos clientes e que podem confiar em nós. É importante referir que quem compra quer sentir segurança, e se tiver uma agência credível a mediar e em quem possam confiar, é o primeiro passo para o sucesso de todos.

Qual a meta para 2020?

Queremos continuar a crescer. Acreditamos sempre que conseguimos ir mais além, no entanto a nossa meta passa sempre por fidelizar mais clientes e construir uma carteira que nos permita esse crescimento.