Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Preço das casas de luxo em Lisboa disparou 98% na última década

Muita coisa mudou no segmento residencial premium da capital entre 2010 e 2020, segundo um relatório da Savills.

Autor: Redação

Os preços das casas de luxo em Lisboa dispararam 98% na última década, ou seja, entre 2010 e 2020. Em causa estão dados divulgados pela consultora Savills, que prevê que os valores praticados no segmento residencial premium na capital superem, nos próximos cinco anos, os verificados em cidades como Londres (Reino Unido), Nova Iorque (EUA) e Hong Kong.

Segundo a Mansion Global, que se apoia no relatório da Savills, a subida dos preços registada no imobiliário de luxo de Lisboa foi impulsionada, em parte, pelo aumento da procura por parte de investidores internacionais, que apostaram em Portugal e foram atraídos pelo programa de Golden Visa (vistos gold), criado pelo Governo em 2012 – os vistos são atribuídos a cidadãos estrangeiros, de fora da UE, mediante a compra de casas que custem mais de 500.000 euros.

Mas quanto custa, afinal, comprar uma casa de luxo na capital? De acordo com a Savills, uma propriedade numa localização prime custa, em média, 8.400 euros por metro quadrado (m2), mas na freguesia de Santo António – abrange a Praça do Marquês de Pombal e a Avenida da Liberdade – os preços podem chegar, em média, aos 11.200 euros por m2.

Trata-se de um valor, ainda assim, muito inferior quando comparado com o praticado, em média, em cidades como Hong Kong (42.400 euros por m2), Nova Iorque (23.800 euros por m2), Londres (17.500 euros por m2) e Paris (15.500 euros por m2). A diferença poderá, no entanto, encurtar nos próximos cinco anos.