Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Cortes nas pensões

Últimas notícias sobre "Cortes nas pensões" publicadas em idealista.pt/news

Parlamento chumba projeto-lei do BE sobre reformas antecipadas

É oficial. O Governo não vai mexer, para já, no regime das reformas antecipadas. Novidades só em 2019. O projeto-lei que o BE levou ao Parlamento, que eliminaria a dupla penalização aos 63 anos de idade para os pensionistas com longas carreiras contributivas, foi chumbado.

Notícia sobre:

Cortes das reformas antecipadas discutidos no Parlamento: BE e Governo sem consenso

O BE vai levar esta quarta-feira (11 de abril) a votos, no Parlamento, a proposta sobre a segunda fase do regime das reformas antecipadas para quem tem carreiras contributivas longas. Mas o Governo tem outros prazos, longe de satisfazer as expectativas do BE e PCP.

Notícia sobre:

Rumores do dia

Governo pondera regresso da CES em 2015: O Governo não apresentará mais propostas para uma reforma global das pensões, mas não afasta a hipótese de voltar a fazer cortes temporários. Nesse sentido, a Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES) poderá estar de volta em 2015, até porque, segundo alguns constitucionalistas, o Tribunal Constitucional (TC) deixou a porta aberta para tal. (Jornal de Negócios)

Notícia sobre:

Radiografia do dia: Cortes nas pensões em 2014 e em 2015

Os cortes nas pensões de reforma vieram para ficar, mas a partir de 2015 serão menores do que os exigidos pela Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES) este ano.

Notícia sobre:

Fim dos complementos de reforma contestados em tribunal

A suspensão dos complementos de pensões nas empresas públicas está a ser contestada nos tribunais por centenas de reformados. O Governo estima poupar até 25 milhões de euros por ano com esta medida, mas os ex-trabalhadores da Metro de Lisboa e da Carris discordam e avançaram com providências cautelares.

Notícia sobre:

Rumores do dia

Governo quer reduzir défice para 1,9%, metade do previsto: O Governo quer repetir o brilharete de 2013 e ter um défice inferior à meta estabelecida com a Troika. O objetivo é ir, uma vez mais, além do combinado, não enveredando por um alívio de austeridade, apesar do efeito benigno da retoma e da folga de 2013. Desta forma, em vez de 4% do Produto Interno Bruto (PIB), o Executivo aponta agora para um défice de 1,9% este ano (metade do previsto), indicam números enviados pela Comissão Europeia ao Parlamento português. (Diário de Notícias)

Notícia sobre:

Governo decide hoje medidas de corte na despesa para 2015

Obrigado a prestar a contas ao FMI até à próxima terça-feira, para fechar a 11ª avaliação, o conselho de ministros tenta fechar esta quinta-feira as medidas de redução de despesa que permitam cumprir as metas do défice para 2015.

Notícia sobre:

Reformas acima dos mil euros levam corte de 3,5%

São cerca de 165 mil os pensionistas que até agora estavam a salvo dos cortes nas pensões e que, a partir de abril, vão receber menos 3,5%. A Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES) aplica-se agora a todos os reformados — da Caixa Geral de Aposentações (CGA) e da Segurança Social — que tenham rendimentos brutos de pensões acima de 1000 euros.

Notícia sobre:

Governo discute cortes de dois milhões para 2015

O Governo discute esta segunda-feira as linhas gerais do Documento de Estratégia Orçamental (DEO). O Conselho de Ministros Extraordinário está reunido desde as 8h30 para definir os cortes de quase dois mil milhões de euros na despesa para 2015. Pensões e salários da função pública devem ser os principais alvos.

Notícia sobre:

Corte nas pensões depende da evolução da economia e da demografia

O Governo já tem uma fórmula para substituir a Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES) e tornar definitivos os cortes nas pensões a partir do próximo ano. Segundo fonte do Ministério das finanças, a ideia passa por fazer depender o valor das pensões da evolução da economia e da demografia.

Notícia sobre: