Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

bancos prevêem aumentar “spreads” e cortar no crédito à habitação

banco de portugal confirma que a política de concessão de crédito será ainda mais exigente
Autor: Redação

os bancos esperam manter este ano a tendência crescente de aumentar os “spreads” e conceder menos crédito às famílias, nomeadamente no que diz respeito à habitação. segundo o jornal de negócios (jdn), que se apoia em dados do banco de portugal (bdp), as condições de acesso ao crédito para as empresas e famílias estão cada vez mais difíceis e a procura também está a diminuir

de acordo com o bdp, que inquiriu cinco bancos nacionais sobre o mercado de crédito, “os critérios de concessão de empréstimos ao sector privado não financeiro tornaram-se mais restritivos no decurso do quarto trimestre de 2011”, sendo que o agravamento “foi mais acentuado no caso dos empréstimos ou linhas de crédito a empresas, do que no caso dos empréstimos a particulares para habitação ou para consumo e outros fins”

no caso concreto dos créditos concedidos para efeitos de compra de casa, três dos bancos inquiridos antecipam um aumento das restrições na concessão de crédito para aquisição de habitação. o aumento dos “spreads” foi e será uma das normas aplicadas pela banca, que também passou a impor condições contratuais mais gravosas, como um rácio mais reduzido entre o valor do empréstimo e o valor do imóvel, prazos de pagamento mais apertados e comissões mais elevadas, escreve o jdn

o relatório do bdp conclui que a “deterioração das expectativas associadas à actividade económica em geral e ao mercado imobiliário” podem ter “contribuído para a adopção de uma política de concessão de crédito mais exigente