Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crédito à habitação

Juros no crédito habitação em queda – e prestação média sobe 1 euro

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito habitação desceu para 0,792% em agosto, face a 0,800% no mês anterior, revelou esta segunda-feira (20 de setembro de 2021) o Instituto Nacional de Estatística (INE), salientando que nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro foi 0,689% (0,674% no período precedente).

Notícia sobre:

Qual é o crédito habitação mais barato?

Será esta a altura certa para pedir dinheiro emprestado ao banco para comprar casa? Uma coisa é certa, o negócio do crédito habitação respira confiança: a guerra dos spreads está ao rubro e os bancos continuam a mostram disponibilidade para financiar a aquisição da casa. Há, no entanto, conselhos a ter em conta antes de pedir um crédito habitação. Importa, desde logo, saber qual é o crédito habitação mais barato. Ajudamos-te nesta escolha, uma decisão que é quase sempre para a vida.

Notícia sobre:

Crédito à habitação: Novo Banco oferece diversidade de produtos

O negócio do crédito à habitação vai de vento em popa em Portugal, com os bancos a mostrarem disponibilidade para financiar a compra de casa – e também a avaliação bancária para efeitos de concessão de crédito à habitação está em máximos. Hoje falamos sobre a oferta do Novo Banco (NB), na rubrica crédito à habitação do mês - em que vamos mostrando as principais condições oferecidas por vários bancos e instituições financeiras especialistas na concessão de empréstimos para a compra de casa em Portugal.

Notícia sobre:

Bancos baixam spreads para atrair mais clientes de crédito à habitação

A guerra dos spreads no crédito à habitação está – ou continua – ao rubro. O Novo Banco (NB) foi o último banco a mexer na margem de lucro mínima cobrada, reduzindo-a para 1%, sendo que estava em 1,25%. A entidade liderada por António Ramalho juntou-se, desta forma, ao BCP e ao Santander, que também oferecem spreads mínimos de 1%. O espanhol Bankinter continua a ser o único banco a praticar uma taxa inferior, de 0,95%.

Notícia sobre: