Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Rumores

Autor: Redação

Portugueses entre os que trabalham até mais tarde na OCDE: Com uma idade de reforma em linha com a média dos países da OCDE, os portugueses acabam por ser dos que, na prática, acabam por sair do mercado de trabalho mais tarde. De acordo com as contas apresentadas pela instituição num relatório publicado esta terça-feira, a idade de reforma efetiva em Portugal é, para os homens, de 68,4 anos e, para as mulheres, de 66,4 anos. Estes valores comparam com uma média nos países da OCDE de 64,2 e 63,6 anos, respectivamente.(Público)

Banco de Portugal alerta que Orçamento pode agravar malparado: O Orçamento do Estado para 2014, aprovado esta terça-feira pela maioria PSD/CDS, deve complicar ainda mais os orçamentos familiares e, eventualmente, “continuar a materializar-se num aumento do incumprimento de famílias e de sociedades não financeiras [empresas]”, diz o Banco de Portugal (BdP), governado por Carlos Costa. Funcionários públicos e pensionistas estão na linha da frente em relação a este impacto. Embora sublinhe os méritos da redução da despesa pública, o BdP avisa que a consolidação orçamental não é amiga do crescimento e emprego e constitui uma ameaça à própria estabilidade financeira, do sistema bancário. (Dinheiro Vivo)

Cavaco diz que redução das pensões é “imposto parcial”: O corte de 10% nas pensões da Caixa Geral de Aposentações (CGA) superiores a 600 euros é "um imposto especial" porque "implica um esforço acrescido" dos pensionistas para financiarem o Estado, considera o Presidente da República. Cavaco Silva enviou no sábado para o Tribunal Constitucional um pedido de fiscalização preventiva da lei da convergência de regimes de pensões do setor público e do privado e, na fundamentação agora conhecida, refere que o diploma inclui "normas criadoras de um imposto especial sobre pensões de aposentação, reforma, invalidez e de sobrevivência pagas pela CGA". (Rádio Renascença)

Artigo visto em
(Iedalista news)